24 - Revigorados e Renovados no Espírito

A Pregação de Pedro, no dia de Pentecostes, foi: “...mas Deus, assim, cumpriu o que dantes anunciara por boca de todos os profetas: que o seu Cristo havia de padecer. Arrependei-vos, pois, e convertei-vos, para serem cancelados os vossos pecados, a fim de que, da presença do Senhor, venham tempos de refrigério, e que envie ele o Cristo, que já vos foi designado, Jesus, ao qual é necessário que o céu receba até aos tempos da restauração de todas as cousas, de que Deus falou por boca dos seus santos profetas desde a antiguidade.” Atos 3:18-21.

Esta passagem geralmente é citada referindo-se ao tempo da restauração de todas as coisas, nestes dias da Parusia de Cristo. O Senhor Jesus Cristo será retido nos céus até os tempos da restauração, e, quando esses tempos vierem, então conheceremos a Parusia, a presença do Senhor e a restauração de muitas coisas será realizada. Mas, nesta palavra, ao lermos esta passagem, não focalizaremos na restauração. Antes, nos concentraremos nesta frase: “... tempos de refrigério”. O prelúdio do refrigério é o arrependimento. “Arrependa e retorne ao Senhor para que os seus pecados sejam retirados, a fim de que...” Há duas coisas pelas quais estamos crendo, como Pedro cita nesta passagem: os tempos de refrigério e os dias da restauração. O Senhor está retido numa certa medida nos céus. Sua presença é sinônimo de restauração e, também, deve ser sinônimo de um dos maiores tempos de refrigério que já houve.

 

Depois de dois dias” (referindo-se aos 2.000 anos da Era da Igreja) “nos revigorará, ao terceiro dia” (o terceiro milênio, o “dia” do Reino) “nos levantará”(levantar é símbolo de trazer renovação e vigor) “e viveremos diante dEle”. (Oséias 6:2). Esta profecia de Oséias está se cumprindo, espiritualmente, nestes dias.

Estamos vivendo nos dias quando Satanás tenta cansar os santos do Altíssimo, enquanto ele se enfurece contra os habitantes da terra, pois sabe que seu tempo é curto (Apocalipse 12:12). Ele vem para criar um espírito de peso e tornar opressivo o que Deus originalmente impôs sobre a criação, quando a tornou sujeita à futilidade, mas “em esperança” (Romanos 8:20). Satanás está tentando trazer uma futilidade sem esperança. Seu objetivo final é um grande desespero que varre toda a esperança das pessoas. Por isso precisamos aprender a viver no versículo de Lamentações 3:21 – “Quero trazer à memória o que me pode dar esperança”.

A alegria de viver, até mesmo a razão de viver, está gradualmente desaparecendo das pessoas no mundo. Elas parecem não ter mais incentivos. Nada parece ter sentido, porque Satanás está tentando ferir todo o mundo com um espírito de DESESPERANÇA. Romanos oito diz que a criação foi sujeita a futilidade (ou vaidade) em esperança, aguardando a manifestação dos filhos de Deus. Mas Satanás está se empenhando para retirar essa esperança, a fim de que a futilidade se torne uma desesperança e um desespero esmagadores nos corações dos homens e das mulheres. Lucas 21:31-36 descreve a desesperança que tem vindo ao mundo nestes dias, como conseqüência do pecado e depravação, mas também contrasta estes dias com a manifestação do Reino de Deus e da presença do Senhor. Deus tem uma resposta para isso: Ele traz os tempos de refrigério. Ele traz os tempos nos quais haverá um tremendo refrigério pela manifestação de Cristo e do Seu Reino. Nós devemos antecipar esses tempos e crer por isso.

Zacarias trouxe a promessa para o povo. Ele disse: “Peça ao Senhor chuva no tempo das chuvas serôdias, para que o Senhor faça relâmpagos e envie chuva para todos e erva para os campos.” (Zacarias 10:1). Essa é uma promessa bonita, pois significa que você não espera pela chuva; você ora por ela e o Senhor faz relâmpagos. Relâmpagos são causados por cargas elétricas. Nuvens são carregadas com eletricidade, e, quando essa carga aumenta o suficiente, você vê o “flash” da descarga elétrica e ouve o trovão, que é o barulho resultante. Você gostaria de ter uma tempestade espiritual? Mantenha a carga aumentando. Peça ao Senhor chuva no tempo da chuva serôdia, e logo haverá um relâmpago, à medida que o Senhor começar a trazer a chuva sobre você.

Nestes dias de refrigério poderemos ser mais instigadores (responsáveis por iniciar algo) do que pensamos. Quando nós percebermos isso, poderemos ativamente superar o desespero e a desesperança, o desencorajamento e o assalto que vêm contra o povo do Senhor. Nesse exato momento, esse assalto está avançando. Satanás está intensificando seu ataque para nos desencorajar, desanimar e nos pressionar. Podemos contra-atacar nos movendo no Espírito e liberando esses tempos de refrigério, os tempos de renovação que devem vir da presença do Senhor.

O que esta renovação e refrigério significam para nós? No Salmo 68:9 lemos:“Tu nos enviaste chuva abundante pela qual a Tua herança foi revigorada quando estava enfraquecida”. É isso que Deus está fazendo nestes tempos de refrigério que vêm da Sua presença. À medida que lemos algumas passagens, percebemos o quão freqüentemente elas colocam sobre nós a iniciativa desta renovação.

“No sentido de que, quanto ao trato passado, vos despojeis do velho homem, que se corrompe segundo as concupiscências do engano, e vos RENOVEIS NO ESPÍRITO DO VOSSO ENTENDIMENTO.” Observe isso: renovados no espírito da vossa mente. Você sabia que a sua mente tem um determinado espírito para ela? Muitas vezes esta renovação pode ser impartida ou comunicada muito facilmente. “E vos revistais do novo homem, criado segundo Deus, em justiça e retidão procedentes da verdade.” Efésios 4: 22-24. Paulo ordena que você seja renovado no espírito da sua mente.  A palavra nunca ordena uma coisa impossível de se obter. Se o Senhor diz na Palavra para você fazê-lo, então isso está disponível e você pode fazê-lo. Se Ele diz para apropriar, significa que já o disponibilizou para você.

Você já percebeu que, muitas vezes, depois de estar doente, você tem a tendência de ficar desencorajado e deprimido? Existe uma interação entre a natureza física, a mente e a alma com suas emoções, e o espírito humano.  Nestes dias de depressão, quando Satanás está tentando tornar a imposição divina à futilidade em desesperança, você precisa entender a si mesmo e a natureza de seus problemas. Algumas vezes é um problema físico que o atinge. Outras vezes é um problema emocional e psíquico. E outras vezes é no espírito da sua mente. Mas foi-lhe dito para renovar o espírito da sua mente.

Precisamos reconhecer a interação de nossas próprias naturezas - espírito, alma e corpo (conforme 1 Tessalonicenses 5:23) - e aprender a tomar domínio no nível do espírito, e não no nível da alma ou do físico. O nível físico é um campo de batalha muito grande para se tornar uma fonte da nossa força. Isaías nos diz que mesmo os jovens irão cair e a juventude desfalecerá, mas serão aqueles que esperam no Senhor que renovarão as suas forças (Isaías 40:30, 31). Não há força física grande o bastante para nos ajudar nesta batalha espiritual. O mais forte fisicamente parece sucumbir sob a batalha e o assalto. Precisamos aprender que não podemos vencer nem no nível físico, nem pelo que somos naturalmente. O assalto satânico pode ser tão grande que os fortes não terão forças para permanecerem de pé. Não importa o quão forte somos fisicamente, porque o nível físico não é a fonte da nossa vitória, nem o da alma é a fonte da nossa vitória no meio de toda essa depressão.

Algumas pessoas pensam que a vitória está na mente, no poder do pensamento positivo. O que elas realmente têm é uma certa inspiração obtida emocionalmente. Elas pensam que o segredo é perseguir o objetivo com verdadeiro encorajamento e falam aos outros sobre isso. Mas nenhuma emoção nascida da alma pode ser sustentada por muito tempo. Cedo ou tarde ela se esgotará e cairá num nível mais baixo. Uma pessoa não pode sustentar qualquer emoção pelo tempo necessário para se obter a vitória.

A vitória não vem pelo nível físico, nem vem pelo nível da alma. A vitória precisa vir pela impartição e apropriação que seu espírito recebe: portanto, é importante romper em verdadeira adoração e encontrar a renovação do espírito da sua mente que vem pelo Senhor Jesus Cristo. O processo de renovação já começou, e eu gostaria de vê-lo completado rapidamente. Eu gostaria de alcançá-lo pela fé que toca em Deus, pois sei que meu corpo e todos os aspectos e qualidades da minha alma responderão àquilo que meu espírito tocar em Deus. A fonte da minha renovação e os tempos de refrigério que vêm do Senhor, virão porque no meu espírito eu toco em Deus pelaADORAÇÃO. A alma e o corpo físico não são as fontes desta renovação (2 Coríntios 3:18).

Muitos tiveram uma medida da revelação que Deus tem dado, mas no nível da alma. As bênçãos excitavam as emoções, mas era difícil sustentar as emoções por muito tempo (confira Mateus 13:20, 21). Num caminhar no Espírito, somos sustentados mais equilibradamente, pois retiramos as pessoas das emoções da alma, e as introduzimos num relacionamento espiritual com Deus (Filipenses 3:3). No Espírito nossa estabilidade é encontrada. Esse é o segredo para eliminarmos os altos e baixos no nosso caminhar com o Senhor e para nos trazer ao lugar desse refrigério constante e dessa fonte de renovação constante que estão vindo aos nossos espíritos no Senhor.

Nós chegaremos a uma tal excelência de espírito que nada poderá prevalecer contra nós. Foi dito a respeito de Daniel que um espírito excelente foi encontrado nele (Dn 5:12). Os leões não puderam nem mastigá-lo. Nada poderia ferí-lo por causa de seu espírito excelente. Quando um espírito excelente está em nós, ele abre a porta para imunidades e proteções em todos os outros níveis. Os assaltos que vieram contra Daniel nunca foram eficazes porque, com seu espírito excelente, ele se apropriou de um campo de imunidade que o protegeu fisicamente. Ele estava com quase noventa anos quando foi lançado na cova dos leões.

O Senhor traz uma renovação de espírito para você. Você pode se sentir derrotado porque tem pecado. Seu pecado pode ser em pensamentos, em ações ou pode ser uma inclinação. Davi cometeu alguns verdadeiros pecados em sua vida, e ele orou: “Eis que te comprazes na verdade no íntimo e no recôndito me fazes conhecer a sabedoria. Purifica-me com hissopo, e ficarei limpo; lava-me, e ficarei mais alvo que a neve. Faze-me ouvir júbilo e alegria, para que exultem os ossos que esmagaste. Esconde o rosto dos meus pecados e apaga todas as minhas iniqüidades. Cria em mim, ó Deus, um coração puro e renova dentro em mim um ESPÍRITO INABALÁVEL ( na margem lê-se ‘reto’)” Salmos 51:6-10. No meio do arrependimento, não é suficiente ser perdoado pelo seu pecado. No meio de uma batalha, não é suficiente sobreviver.

Suas derrotas não são originadas no momento da batalha. A derrota geralmente começa dentro de seu espírito, antes de ser manifestada em outras áreas da sua vida. A vitória sempre começa no seu espírito, antes de ser manifestada nas circunstâncias e em outras áreas da sua vida. Uma vez que você tem um espírito vitorioso e inabalável, não precisa se preocupar com mais nada. Você pode ser pisado, pode apanhar, ser perseguido, mas quando tem a vitória no seu espírito o Senhor traz uma renovação para o homem completo, através de um tempo de refrigério para seu espírito na Sua presença.

Talvez você esteja desencorajado, incerto da vontade de Deus para a sua vida. Não seja conformado com este mundo, mas seja transformado. Você está desencorajado? Seja transformado pela renovação da sua mente, a fim de que possa provar qual é a vontade de Deus (Romanos 12:2). Você quer saber qual é a vontade de Deus? Ela se torna evidente quando você alcança um nível mais alto em seu espírito.

Quando as pessoas estão desencorajadas, elas não devem tomar nenhuma decisão importante. Quando estão desencorajadas, elas tendem a desistir do ministério e da obra que Deus as chamou para cumprirem. Você se arrependerá se tomar decisões quando estiver desencorajado. Quando um homem vende tudo para se mover no ministério para o qual Deus o chamou, isso é bom. Mas quando ele quer vender tudo e se mudar porque está tão desencorajado que não sabe o que deve fazer, essa é a hora na qual ele deveria não fazer nada.

Quando eu era um menino, gostava de ouvir um evangelista que havia sido um lutador. Muitas vezes eu o ouvi dizer: “Quando o inimigo vem e você está em batalha, não faça nada. Faça o que eu faço. Eu pego uma cadeira e me assento no canto até tudo passar.” Isso me causou uma forte impressão, e eu me lembro disso. Minhas batalhas não eram muito intensas naquela época; eram batalhas de um menino, mas quando as batalhas ficaram mais difíceis, eu reconheci que aquele princípio era verdadeiro. Não tome nenhuma decisão quando estiver desencorajado. O que você deve fazer? Busque a renovação da sua mente. Apresente seu corpo como um sacrifício vivo. Comece a adorar ao Senhor. Não seja conformado com este mundo, mas seja transformado. Tenha sua mente renovada, e então conhecerá qual é a vontade de Deus - a boa, agradável e perfeita vontade de Deus (Romanos 12:1,2). Então você poderá tomar suas decisões.

Lembre-se, o primeiro passo não é achar uma resposta para o seu problema; a primeira coisa é encontrar o tempo de refrigério e renovação. Você está desencorajado? Você pensa que deve fazer alguma coisa? Primeiro permaneça diante do Senhor até que Ele renove seu espírito. Não se preocupe com todos aqueles problemas que você precisa resolver. Seja renovado primeiro! Você pode estar desencorajado; pode estar doente. Seja renovado primeiro no seu espírito. Busque ter seu espírito renovado e revigorado. Quase tudo que está lhe enfraquecendo, desencorajando e impedindo será eliminado pela vitória de seu espírito.

Viva por um tempo na meditação e apropriação dos seguintes Salmos: 131; 42 e 43.

voltar para Pérolas Diárias

left show tsN fwR normalcase|left tsN fwR uppercase bsd b01s|left show fwR uppercase bsd b01s|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase b01 bsd|login news fwR uppercase c05|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase bsd b01|content-inner||