2 - A Rocha da Revelação

Esta mensagem requer muita concentração de nossa parte. Nosso texto básico é: “Indo Jesus para as bandas de Cesaréia de Filipe, perguntou a seus discípulos: Quem diz o povo ser o Filho do Homem? E eles responderam: Uns dizem: João Batista; outros: Elias; e outros: Jeremias ou algum dos profetas. Mas vós, continuou ele, quem dizeis que eu sou? Respondendo Simão Pedro, disse: Tu és o Cristo, o Filho do Deus vivo. Então, Jesus lhe afirmou: Bem-aventurado és, Simão Barjonas, porque não foi carne e sangue que to revelaram, mas meu pai, que está nos céus. Também eu te digo que tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela. Dar-te-ei as chaves do reino dos céus; o que ligares na terra terá sido ligado nos céus; e o que desligares na terra terá sido desligado nos céus. Então, advertiu os discípulos de que a ninguém dissessem ser ele o Cristo.” (Mateus 16:13-20).

Este texto tem gerado muita controvérsia porque algumas pessoas acham que Pedro é que era aquela pedra sobre a qual a Igreja seria edificada. Mas, no texto grego original, não é essa a idéia. Lá está escrito: “Tu és Pétro (que significa uma pedrinha, um pedregulhoe sobre essa rocha (que é uma Pétra ou pedra grandeedificarei a minha igreja!”. Na verdade, Jesus estava dizendo: “Pedro, você é um pedregulho, uma pedrinha, mas, sobre essa grande Rocha, como fundamento, eu edificarei a minha Igreja!”

Então, quem Jesus estava dizendo que poderia ser aquela pedra? “Bem-aventurado és tu Pedro porque não foi carne e sangue que te revelou isso, mas o meu Pai que está nos céus, e sobre essa grande Rocha eu edificarei a minha igreja!”.Chegamos à conclusão que aquela era a Rocha da revelação, e não o pequeno pedregulho chamado Pedro. Pedro afirma que Cristo é a Pedra e todos nós somos as pedrinhas que formam a Sua casa (1 Pedro 2:4-8). Deus usou muito o apóstolo Pedro dando a ele as chaves para o reino dos céus, mas não tenha a idéia de que Pedro era infalível. Jesus estava dizendo que, quando viesse a edificar a Sua Igreja sobre a grande Rocha de revelação, as portas do inferno não prevaleceriam contra Ela.

Isto abre as portas para que nós entendamos muitas coisas. Quando Pedro teve uma revelação bem forte da Palavra de Deus, ele não vacilou. Se Deus der a você uma revelação da Igreja do Novo Testamento, que Ele está restaurando nestes dias, você nunca ficará em dúvida a esse respeito. Isto precisa ser revelado diretamente a você, pois é algo que não se pode receber através do raciocínio. “Nem olhos viram, nem ouvidos ouviram, nem jamais penetrou no coração humano o que Deus tem preparado para aqueles que o amam. Mas Deus no-lo REVELHOU PELO ESPÍRITO; porque o Espírito a todas as coisas perscruta, até mesmo as profundezas de Deus”. (1 Coríntios 2:9, 10). Este texto não deixa dúvidas, não é? Aqui Paulo afirma que há um conhecimento natural (gnose), que vem pelos cinco sentidos naturais, mas também há um conhecimento espiritual (epignose), uma revelação que vem do Espírito de Deus direto para o espírito humano. É disto que estamos falando aqui.

Nós caminhamos com Deus porque recebemos uma revelação dEle. Se alguém tivesse nos convencido a respeito de Deus, através de argumentos, é bem possível que outra pessoa também pudesse nos convencer a respeito de outra coisa. Mas nós servimos ao Senhor não porque nós raciocinamos, mas porque Deus Se revelou a nós. “A minha palavra e a minha pregação não consistiram em linguagem persuasiva de sabedoria, mas em demonstração do Espírito e de poder, para que a vossa fé não se apoiasse em sabedoria humana; e, sim, no poder de Deus”. (1 Coríntios 2:4, 5). Quando vamos à casa de Deus, não queremos ouvir uma pregação cheia de palavras bonitas, de psicologia ou técnicas de persuasão. Queremos ouvir uma Palavra Viva de Deus, para que a nossa fé esteja apoiada na rocha da revelação.

Antes da sua conversão, o apóstolo Paulo era inimigo de Cristo e perseguia os cristãos. Eu duvido muito que alguém pudesse convencê-lo a se tornar cristão naquela situação. Quando o Senhor o encontrou, no caminho de Damasco, não tentou convencê-lo, mas revelou-Se a ele. Paulo perguntou: “Quem és tu, Senhor?”. Ele respondeu: “Sou Jesus a quem tu persegues!” (Atos 9:5). Aquela revelação foi tão forte em seu coração que ele nunca mais a deixou. Ele se recusou a ceder diante de perseguições ou das circunstâncias. Muitos anos depois, em pé diante do rei Agripa, Paulo podia afirmar que não havia sido desobediente à visão que havia recebido. Amém! É disso que nós precisamos hoje: fundamentar a nossa fé na Rocha da Revelação. Paulo falou: “Segundo a graça de Deus que me foi dada, lancei o fundamento como prudente construtor; e outro edifica sobre ele. Porém cada um veja como edifica. Porque ninguém pode lançar outro fundamento, além do que foi posto, o qual é Jesus Cristo.” (1 Coríntios 3:10, 11). Leia ainda: Efésios 2:20.

A coisa mais importante que precisamos fazer é orar para recebermos uma revelação, e Deus será real em nossas vidas. Quando Jesus veio a esta terra havia homens que estudavam muito as Escrituras. Por acaso, aqueles grandes estudantes das Escrituras aceitaram a Jesus? O reconheceram como o Verbo de Deus que se fez carne? Não! Mas os que conheciam menos a respeito das Escrituras O aceitaram. Aqueles homens sábios tinham as Escrituras na mente apenas, mas o coração não estava aberto para Deus Se revelar a eles.

Os magos vieram de longínquas terras para ver Jesus. Chegaram em Jerusalém e perguntaram àqueles sábios estudiosos da Bíblia: “Onde está o recém-nascido Rei dos Judeus?” (Mateus 2:2). Como eles tinham todo o conhecimento na cabeça, imediatamente citaram o profeta que dizia que o Messias nasceria em Belém. Eles sabiam que era em Belém porque tinham o conhecimento intelectual, mas não tinham aquela verdade no coração, nem se preocuparam em ir buscar Jesus. Não havia revelação nenhuma em seus corações. Aqueles sábios e os entendidos perderam a oportunidade.

A passagem em Mateus 11:25-27 fala a este respeito: “Por aquele tempo, exclamou Jesus: Graças te dou, ó Pai, Senhor do céu e da terra, porque ocultaste estas cousas aos sábios e instruídos e as revelaste aos pequeninos. Sim, ó Pai, porque assim foi do teu agrado.” O Senhor escondeu a verdade dos sábios e entendidos e a revelou aos pequeninos.

Deus quer falar uma Palavra Viva para você. Ele vai testificar ao seu coração de que está nascendo um novo dia na terra, o começo da grande Chuva Serôdia. Nestes últimos dias não podemos ficar raciocinando muito a respeito das coisas. Precisamos apenas permanecer diante do Senhor que Ele colocará um testemunho poderoso em nossos corações. Os sábios não terão as respostas, mas os pequeninos terão a revelação do Senhor e eles saberão o que fazer. É muito importante que Deus faça dessa Palavra algo real para o seu coração. Se nós quisermos imaginar as coisas nunca iremos entender. Só Deus sabe o que Ele está fazendo.

As coisas são mais ou menos da maneira como a minha avó costumava fazer bordados: ela colocava argolas, bastidores no pano enquanto eu brincava no chão. Eu olhava para o que ela estava fazendo e não podia entender. Eu falava: “Vovó, eu não entendo o que a senhora está fazendo”. Ela respondia: “É porque você está olhando do lado errado”. Então, quando eu subia no seu colo, era capaz de ver toda aquela figura que ela estava bordando. Do lado errado não era capaz de distinguir figura nenhuma, mas, do lado certo, havia um bordado muito bonito. Assim acontece com o Senhor. Não podemos entender o que está acontecendo no mundo até que o Senhor diga: “Venha cá, sente-se no meu colo que eu vou revelar a você o que está acontecendo!”. Então, Ele revelará tudo o que está acontecendo na terra. É assim que Deus quer que façamos! Que nós possamos dedicar a Ele os nossos corações!

Quando Paulo escreve para a igreja de Colosso, ele pede que Deus lhe dê o espírito de revelação e de entendimento, e que a vontade do Senhor seja revelada aos Colossenses (Colossenses 1:9). É disso que os cristãos precisam mais do que qualquer outra coisa. Nós precisamos aprender a ser guiados pelo Senhor, precisamos ter essa palavra de sabedoria e de conhecimento para nos guiar.

Se você perguntar a qualquer crente: “Qual é o seu maior problema?”, éprovável que ele responda: “Eu não sei qual é a vontade do Senhor para mim!”. Eles estão andando com o Senhor cegamente. O Senhor pode revelar a Sua vontade! (Romanos 12:2). Ele pode revelar qual vai ser o seu ministério! Ele pode revelar os dons nos quais você precisa andar! Nisto consiste todo esse maravilhoso mover de Deus. Paulo sabia o que precisava fazer porque Ananias, um profeta, contou-lhe tudo o que iria ser. Ananias impôs as mãos sobre ele, curou os seus olhos e o batizou. Desde aquela hora ele sabia que tinha sido chamado por Deus. Isto não é maravilhoso? 

Existe uma revelação da vontade de Deus para cada um de nós. O Senhor tem uma revelação dos últimos dias para nós. Ouviremos uma voz atrás de nós dizendo:“Quando te desviares para a direita e quando te desviares para a esquerda, os teus ouvidos ouvirão uma palavra atrás de ti, dizendo: Este é o caminho, andai por ele.”(Isaías 30:21).

 

Todas as “Pérolas Diárias” estão publicadas em nosso site:  
www.reinonet.com.br

 

voltar para Pérolas Diárias

left show tsN fwR normalcase|left tsN fwR uppercase bsd b01s|left show fwR uppercase bsd b01s|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase b01 bsd|login news fwR uppercase c05|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase bsd b01|content-inner||