25. Festa das Trombetas: (Proclamação Profética)

FESTA DAS TROMBETAS
(AS TROMBETAS ESTÃO SOANDO)

"As trombetas estão soando novamente. Deus está reunindo uma congregação para revelar ao Seu povo novas áreas nas quais entrar (novas revelações e níveis espirituais).

Números cap. 10 mostra-nos sete funções do soar das trombetas e revela o que esta Festa significa para nós, hoje.

Os versículos 1 e 2a mostram que as TROMBETAS deviam ser feitas de prata batida. Estas trombetas não podiam ser moldadas (feitas em forma); tinham que ser batidas. Quando Deus começa a preparar os canais de Sua Palavra, os vasos que a proclamam, estes não são criados em uma linha de montagem; eles são batidos pela mão de Deus. São obras batidas. Nestes dias, se você quer ser um canal usado pelo Senhor para soar a trombeta em Sião, perceberá que chegará a este ministério através de profundos tratamentos de Deus, de Suas batidas sobre a sua vida que o moldará e lhe dará forma para ser o vaso que Ele quer que você seja.

Os versículos 2b a 10 enumeram as 7 funções básicas do soar das trombetas (doShofar) e o que devemos fazer na Festa das Trombetas. Vamos ver o que a Festa das Trombetas - ou o sonido do Shofar - representa para nós.

PRIMEIRAMENTE havia o chamado da congregação. Quando os sacerdotes tocavam as trombetas, todo Israel devia reunir-se à tenda da congregação, o Tabernáculo. Todos eles deviam vir para o lugar central onde a glória do Senhor era revelada, para que pudessem ouvir a Palavra de Deus.

SEGUNDO: eles deviam soar as trombetas para a marcha dos arraiais. Quando viam a nuvem de glória se movendo, os sacerdotes tocavam as trombetas, e todos eram alertados e sabiam que era TEMPO DE AVANÇAR. Quando um retinido era tocado a primeira vez, um lado do arraial deveria se mover; ao segundo retinido, outro lado se moveria. Imagine três milhões de pessoas, com todos os seus rebanhos e manadas, convergindo em uma longa linha de marcha e começando a jornada, tudo comandado pelo soar das duas trombetas de prata. Que espetáculo maravilhoso devia ser! Juízes 7:18 - “Quando eu tocar a trombeta, e todos os que comigo estiverem, então, vós também tocareis a vossa ao redor de todo o arraial e direis: Pelo SENHOR e por Gideão!

TERCEIRO: a preparação para a guerra era pelo soar das trombetas. Quando um adversário viesse contra eles, os sacerdotes tocariam as trombetas; e assim que tocassem o retinido, seriam “lembrados perante o Senhor seu Deus e salvos dos seus inimigos” (vs. 9). Neemias 4:20 – “No lugar em que ouvirdes o som da trombeta, para ali acorrei a ter conosco; o nosso Deus pelejará por nós”.  Jó 39:24, 25 – “De fúria e ira devora o caminho e não se contém ao som da trombeta. Em cada sonido da trombeta, ele diz: Avante! Cheira de longe a batalha, o trovão dos príncipes e o alarido”.

QUARTA função das trombetas era para os dias de alegria. Em todas as suas festividades, uma época maravilhosa e alegre. Neemias 12:41-43 – “Os sacerdotes Eliaquim, Maaséias, Minjamim, Micaías, Elioenai, Zacarias e Hananias, iam comtrombetas, como também Maaséias, Semaías, Eleazar, Uzi, Joana, Malquias, Elão e Ezer; e faziam-se ouvir os cantores sob a direção de Jezraías. No mesmo dia ofereceram grandes sacrifícios, e se alegraram; pois Deus os alegrara com grande alegria; também as mulheres e os meninos se alegraram, de modo que o júbilo de Jerusalém se ouvir até de longe”.

QUINTO: as celebrações das FESTAS (Páscoa, Pentecostes, Tabernáculos e outras) eram sempre anunciadas pelo soar das trombetas. Salmos 81:3 – “Tocai a trombeta na Festa da Lua Nova, na lua cheia, dia da nossa festa”.

SEXTO: as trombetas eram tocadas no início dos meses. Da mesma forma, se uma nova era, uma nova dispensação estava por vir, se Deus tinha ordenado um ano de Jubileu (ano de libertação), então eles tocariam estas trombetas para iniciar o ano de Jubileu (Lv 25:8-10). Eles tocariam as trombetas para anunciar qualquer coisa que Deus tinha estabelecido no modo de ordenar o seu tempo ou os seus meses e anos.

SÉTIMA função das trombetas era para que sempre que fizessem seus sacrifícios e apresentassem o que tinham feito ao Senhor, as trombetas fossem tocadas. Salmos 150:3 – “Louvai-o ao som da trombeta; louvai-o com saltério e com harpa”. Isaías 27:13 – “Naquele dia, se tocará uma grande trombeta, e os que andavam perdidos pela terra da Assíria e os que forem desterrados para a terra do Egito tornarão a vir eadorarão ao SENHOR no monte santo em Jerusalém”.

O que realmente estas trombetas significam para nós?

Compreenda que por muitas gerações os cristãos têm sido justificados pela fé (Habacuque 2:4) – como figura a Festa da Páscoa. Também os cristãos têm recebido o Espírito Santo – como revelado na Festa de Pentecostes (Atos 2:1-4). Em um sentido muito restrito, eles participaram da expiação para a presença do Senhor. Mas, agora, um NOVO DIA vem e o Senhor o anuncia com trombetas (a Palavra Viva está sendo anunciada por canais preparados pelo Senhor). As trombetas são símbolo dos canais da Palavra que anunciam, pelo Espírito de Deus (Seu sopro), um novo dia. Esta Palavra reunirá o povo. Este é o dia em que Deus também santificará integralmente o povo para que possa ser inculpável no dia do Senhor (1 Tessalonicenses 5:23). É o dia para purificar-se a si mesmo por causa da viva esperança que veio pelas trombetas. Todo o que tem esperança purifica-se a si mesmo (1João 3:3).

Aqui está a sabedoria: há três períodos designados nos quais Deus traz à luz a perfeição do homem. São tempos, um tempo e metade dum tempo (Daniel 7:25; 12:14 e Apocalipse 12:14). Cada período é uma divisão na duração, que corresponde à metade do período precedente. O primeiro período, que tratou o homem em um plano físico, foi de 4.000 anos (período do Antigo Testamento, quando as promessas eram físicas, a luta se travava no nível físico e a terra prometa era física). No segundo período, o Senhor tratou com o homem no plano da alma, muito da alma ainda prevaleceu na era da Igreja (do Novo Testamento até nossos dias) – este período foi de 2.000 anos. Agora estamos entrando no terceiro período, quando Deus produzirá a perfeição dos seus filhos, será quando Ele agirá no plano do espírito, e será novamente metade do tempo do período da alma: 1.000 anos.

Desta forma, serão sete mil anos ou sete dias completos para Deus produzir e formar o homem perfeito, homem espiritual conforme a imagem de Cristo (1Coríntios 15:44-49). Deus está formando filhos perfeitos que governarão sobre toda obra das Suas mãos. As trombetas estão soando...

“Vinde, e tornemos para o Senhor, porque ele nos despedaçou, e nos sarará; fez a ferida, e a ligará. Depois de dois dias nos REVIGORARÁ; ao terceiro dia nos LEVANTARÁ, e viveremos diante dele. Conheçamos, e prossigamos em conhecer ao Senhor: como a alva (nascer do Sol) a sua vinda é certa; e ele descerá sobre nós como a chuva, como a chuva serôdia que rega a terra” (Oséias 6:1-3).

A chuva Temporâ - que caia no período de plantio da lavoura em Israel – representa, profeticamente, o derramamento do Espírito Santo quando a Igreja foi plantada na Terra, conforme relata Atos 2. Agora, “dois dias depois” (2.000 anos depois), o Senhor está derramando a chuva Serôdia, o aguaceiro que provoca o amadurecimento do fruto para a colheita (confira Tiago 5:7-11). O clangor de trombetas, no terceiro dia, convoca o povo a estar na Presença do Senhor...

"Ao amanhecer do terceiro dia houve trovões e relâmpagos e uma espessa nuvem sobre o monte, e mui forte clangor de trombeta, de maneira que todo o povo que estava no arraial se estremeceu. E Moisés levou o povo fora do arraial ao ENCONTRO DE DEUS; e puseram-se ao pé do monte. E o clangor da trombeta ia aumentando cada vez mais; Moisés falava, e Deus lhe respondia no trovão.",Êxodo 19:16, 17 e 19. Este terceiro dia também pode ser profético.

O primeiro período foi de quatro mil anos. O segundo foi metade disso – dois mil anos. O terceiro período é a metade deste, ou mil anos. Você sabe que estamos perto do final dos seis mil anos de tratamento designados por Deus? Estamos exatamente neste momento agora – à distância de uma fração de geração disto. Estamos vivendo agora naquele período de superposição de eras, quando o Reino de Deus está vindo à luz: “Já não haverá demora, mas, nos dias da voz da sétima trombeta, cumprir-se-á, então, omistério de Deus, segundo ele anunciou aos seus servos, os profetas... O sétimo anjo tocou a trombeta, e houve no céu grande vozes, dizendo: O REINO DO MUNDO SE TORNOU DE NOSSO SENHOR E DO SEU CRISTO, E ELE REINARÁ PELOS SÉCULOS DOS SÉCULOS... Graças te damos, Senhor Deus, Todo-poderoso, que és e que eras, porque assumiste o teu grande poder e passaste a reinar.”  (Apocalipse 10:6b, 7; 11:15, 17).

O apóstolo Pedro afirma em 2 Pedro 1:16-21, que ele foi testemunha ocular da Parusia do Senhor, quando este esteve, juntamente com João e Tiago no “Monte Santo”. EmMateus 16:28 e 17:1, tem uma informação importante a este respeito: “Em verdade vos digo que alguns aqui se encontram que de maneira nenhuma passarão pela morte até que vejam vir o Filho do Homem no seu reino. Seis dias depois,” (este número de dias tem significado profético) “toma Jesus consigo a Pedro, e aos irmãos Tiago e João, e os leva, em particular, a um alto monte”. Esta experiência no Monte foi uma amostra do grande dia do Senhor, quando Ele estará PRESENTE conosco, juntamente com aqueles santos aperfeiçoados. Em sua epístola, Pedro conclui: “Temos assim tanto mais confirmada a PALAVRA PROFÉTICA, e fazeis bem em atendê-la, como a uma candeia que brilha em lugar tenebroso, até que o DIA CLAREI e a estrela da alva nasça em vossos corações”.

Cremos no Reino que está vindo de glória em glória, como a luz da alva. E agora, este Reino de Deus que deve ter mil anos de duração (Apocalipse 21:1-8 e 20:2-6), está tendo seus preparativos e expressão preliminares nas coisas que Deus está fazendo neste momento em um remanescente que está se abrindo para conhecê-Lo e prosseguir em conhecê-Lo.

A Bíblia fala muitas vezes de muitas coisas. Fala acerca dos últimos dias e sobre o novo dia de Deus (1 Tessalonicenses 5:4-6). Isto o que Paulo falou é semelhante ao que aconteceu com o povo judeu na terra de Gósen, no Egito, quando a nona praga, das trevas espessas, veio. Todos os filhos de Israel tinham luz em suas habitações, mas havia trevas sobre toda a terra do Egito. Compreenda que Deus está fazendo o mesmo hoje. Ele está trazendo os últimos dias de escuridão para os ímpios, mas isto não significa que haverá trevas para o povo de Deus. Para o povo de Deus está nascendo uma nova aurora, um dia de luz. Nós somos filhos do dia. Já estamos em um novo dia. De vez em quando você pode se confundir acerca disto (veja, por exemplo, que Joel profetiza que o dia do Senhor será TERRÍVEL – Joel 2:30, 31 -. Mas, a mesma profecia no Novo Testamento, foi pronunciada na unção do Espírito mostrando que o dia do Senhor será GRANDE e GLORIOSO – Atos 2:19, 20. Certamente o dia do Senhor será terrível para os homens ímpios, mas grande e glorioso para os filhos da luz).

Você ouvirá alguém falando acerca dos últimos dias e outra pessoa sobre o novo dia de Deus. Você diz: “Qual deles é o último ou o novo dia? Em qual estamos?” Estamos em ambos. Para o mundo estes são os últimos de muitos dias, numa ordem que Deus está reduzindo a nada. E, enquanto a tendência no mundo está tomando este rumo, Deus tem um povo que está se levantando em um novo dia, para reinar com Ele.

Este é o único modo pelo qual você pode realmente entender as profecias a respeito do que está por vir, porque é um dia de trevas e julgamento, mas também é um dia de restauração, luz e bênção. Quando você lê o livro do profeta Joel, pode se confundir. Você vê o julgamento que está sobre a terra e, no entanto, tem profecias de abundância, do derramamento do aguaceiro do Espírito (chuva Serôdia) e da habitação de Deus no meio do Seu povo continuamente (Tabernáculo). Como estas duas coisas contraditórias podem ocorrer? É tão simples! À medida que você permanece na presença do Senhor, em conhecê-Lo progressivamente, vai ficar sabendo que é o povo de Deus andando em um NOVO DIA. Como o livro de Hebreus diz, você está participando dos poderes da era vindoura (Hebreus 6:5). Você já está andando em algumas destas coisas. Já está começando a experimentá-las à medida que Deus o prepara para ser uma TROMBETA em Sua mão para anunciar e criar a ERA DO REINO.

Ao mesmo tempo, vemos as condições do mundo chegando a um auge. Há grandes dificuldades, guerras e rumores de guerra, problemas e aflições (Mateus 24:6, 7). Nós não devemos gostar das pregações dos sinais dos tempos que apenas falam do término de uma era e que não fala das coisas maravilhosas (GRANDIOSAS e GLORIOSAS) que Deus está fazendo em Seu remanescente para proclamar o REINO. Este tipo de pregação é negativo. Na realidade, ele produz um temor nas pessoas até que finalmente elas oram: “Oh, eu oro para ser apenas capaz de resistir até o fim”. Não devemos nos alimentar destas pregações. Conheço a Palavra que diz: “o vencedor reinará com Cristo”; “Os ímpios serão desarraigados da face da terra, mas os mansos possuirão o Reino” (Salmo 37:1-11).

No mundo cristão também acontece o mesmo. Segundo a mensagem do Senhor ao anjo da igreja em Laodicéia, que figura a cristandade de hoje, vemos que a maioria das igrejas cristãs está mergulhada em mornidão espiritual, preocupando com dinheiro e aparência. Por outro lado, AOS VENCEDORES DESTA GERAÇÃO... “dar-lhe-ei sentar-se comigo no meu trono, assim como também eu venci, e me sentei com meu Pai no seu trono” (Apocalipse 3:14-21).

AS TROMBETAS ESTÃO SOANDO E ANUNCIANDO...

Em 1 Coríntios 14:1-3 e 8 está escrito: “Segui o amor, e procurai com zelo os dons espirituais, mas principalmente que PROFETIZEIS. Pois quem fala em outra língua, não fala a homens, senão a Deus, visto que ninguém o entende, e em espírito fala mistérios. Mas o que profetiza, fala aos homens, edificando, exortando e consolando... Pois também se a TROMBETA der som incerto, quem se preparará para a batalha?”. Neste texto Paulo associa a voz da profecia com o sonido da trombeta. Ao tocarmos as trombetas, estamos anunciando a Palavra do Senhor, convocando, encorajando e animando o exército do Senhor à batalha.

As trombetas estão soando, e estão soando por cada motivo que Números 10 revela.

  1. Elas estão soando porque Deus está reunindo o Seu povo para revelar-lhes a Sua glória e presença – sua Parusia: “E ele enviará os seus anjos, com grande clamor de trombeta, os quais reunirá os seus escolhidos, dos quatro ventos, de uma a outra extremidade dos céus”Mateus 24:31.
  2. As trombetas estão soando porque Deus está dizendo: “É tempo de avançar. O povo de Deus deve levantar acampamento e mover-se espiritualmente para a nova glória e novos níveis de conhecimento e experiência em Deus”.
  3. As trombetas estão soando porque Deus está dizendo: “Preparem-se para guerrear – está é a luta final dos tempos contra principados e potestades (Efésios 6:12), e Satanás será destronado completamente de cada área e cada lugar na vida dos homens (Apocalipse 12:7-12)”.
  4. O soar das trombetas também está vindo para dizer: “Estes são dias de alegria. Meu povo será cheio de fartura e regozijar-se-á na bênção do Senhor e do Seu Reino”.
  5. É o soar das trombetas de Deus que, pelo Espírito do Senhor, está vindo com a Palavra Viva. Está vindo através de profecias, exortações (estímulos e encorajamento) e ensinamentos. É toda a Palavra Viva de Deus tocando as trombetas novamente para dizer: “Está vindo algo mais. Celebrem a Festa! Estou pronto para tabernacular uma vez mais com o Meu povo, na Minha glória. Virei e habitarei no meio dele (1Tessalonicenses 1:10). Eles conhecerão a Minha presença na grande Parusia como nunca conheceram antes. Saberão que Eu estou habitando no seu meio (Zacarias 2:10, 11 e Joel 2:27)”.
  6. As trombetas de Deus estão soando, e estão dizendo: “Estes são os inícios dos seus meses. Este é um novo dia. È o raiar do Meu Reino”. As trombetas estão soando para anunciar que é uma era totalmente nova para o povo de Deus se mover na vontade do Senhor.
  7. As trombetas estão soando sobre os sacrifícios que o povo de Deus está trazendo e Lhe entregando. As trombetas do Espírito de Deus estão soando, e Deus está consagrando e fazendo santo tudo o que o povo Lhe traz.

É a festa dos Tabernáculos, em dias de Restauração!

Esdras 3:4, 10 e 11 - "Celebraram a Festa dos Tabernáculos como está escrito, e ofereceram holocaustos diários, segundo o número ordenado para cada dia... Quando os edificadores lançaram os alicerces do templo do Senhor, apresentaram-se os sacerdotes, paramentados e com trombetas, e os levitas, filhos de Asafe, com címbalos para louvarem ao Senhor, segundo as determinações de Davi, rei de Israel. Cantavam alternadamente, louvando e rendendo graças ao Senhor, com estas palavras: Ele é bom, porque a sua misericórdia dura para sempre sobre Isarel. E todo o povo jubilou com altas vozes, louvando ao Senhor por se terem lançados os alicerces da sua casa”.

SUBAMOS, EM ESPÍRITO, À PRESENÇA DO SENHOR PARA ADORÁ-LO

Zacarias 14:16, 17 - "Todos... subirão de ano em ano para adorar ao Rei, o Senhor dos Exércitos, e para celebrar a Festa dos Tabernáculos. Se alguma das FAMÍLIAS da terra não subir a Jerusalém, para adorar ao Rei, o Senhor dos Exércitos, não virá sobre ele a chuva”

(João 4:21-24) - "Disse-lhe Jesus: Mulher, podes crer-me, que a hora vem, quando nem neste monte, nem em Jerusalém adorareis o Pai... Mas vem a hora, e já chegou, quando os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdadeporque são estes que o Pai procura para seus adoradores. Deus é espírito; e importa que os seus adoradores o adorem em espírito e em verdade".

Clique abaixo para ouvir o Som do Shopar

Shophar (Som 01)
Shophar (Som 02)

Shophar (Som 03)

PROVÉRBIOS DO REINO?

As trombetas de Deus não são produzidas em uma
linha de montagem; são feitas de prata batida
pela mão de Deus.

Deus criou as Suas trombetas para anunciar o que
está fazendo; devemos ter ouvidos para ouvir a Sua voz.

No deserto, Israel movia-se somente quando a
nuvem de glória se movia; no Reino, os filhos de Deus
também serão guiados.

Leia mais sobre a Proclamação Profética em nosso site:
Menu: Escola Para Profetas

 

voltar para Páscoa... Tabernáculos

left show tsN fwR normalcase|left tsN fwR uppercase bsd b01s|left show fwR uppercase bsd b01s|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase b01 bsd|login news fwR uppercase c05|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase bsd b01|content-inner||