09. Lição 7 - Praticando o Falar Pelo Espírito

"MOISÉS RESPONDEU: QUEM DERA TODO O POVO DO SENHOR FOSSE PROFETA..." 
(NÚMEROS 11:29). "TODOS PODEIS PROFETIZAR..." (1 CORÍNTIOS 14:31).
 

Não é nossa intensão estudar sobre o fluir profético que o Senhor está trazendo para as Igrejas Restauradas, que seguem o padrão do Novo Testamento, sem buscar do Senhor a unção para poder praticar a Palavra. Todos nós vamos ser avaliados pelo Senhor, não pelo que ouvimos, mas pelo que praticamos ou deixamos de praticar de Sua Palavra. Esta Escola Para Profetas não deve ser uma teoria para você. Por isso, agora começamos o ensinamento prático sobre a Proclamação Profética. Hebreus 5:11 a 14 fala do perigo de ouvirmos os ensinamentos do Senhor e não praticarmos os mesmos. Mas fala que, "o alimento sólido é para os adultos, para aqueles que, PELA PRÁTICA, têm as suas faculdades (faculdades espirituais) exercitadas...". 

Portanto, aqui vamos começar a exercitar a proclamação da Palavra do Senhor.

Para tanto, fizemos UM CARTAZ que contém o resumo deste Lição Nr. 7. Imprima o mesmo e fixe em um lugar bem visível para que possa memorizar, para praticar, os "Princípios e Métodos do Reino para estabelecer o fluir da Palavra Profética".

Clique no LINK abaixo para baixar e imprimir o CARTAZ, em Word:
CARTAZ_ESCOLA_PARA_PROFETAS

ESCOLA PARA PROFETAS

Lição 7
PRATICANDO O FALAR PELO ESPÍRITO

No processo para se tornar um ministério maduro, você experimentará mudanças drásticas em suas maneiras de pensar, no uso do seu tempo disponível, e em toda asua aparência exterior. Você precisará disciplinar sua mente para evitar qualquer dosede depressão e desencorajamento, bem como qualquer comentário trivial que possa derrubá-lo. Deste momento em diante, pense apenas positivamente em direção ao alvoque Deus tem em mente para você.  Você agora vai se tornar um ministério. Emborapossa levar anos para se tornar um ministério, assim como leva anos para se tornar umhomem verdadeiramente educado, essas lições são como um curso de impacto, contendo princípios que o ajudarão a começar a se mover imediatamente.

Cada vez mais compreendemos os abençoados princípios do Reino. Todos podem começara se mover no Senhor agora, e, espiritualmente, quanto mais maduro você for, mais cedo penetraráem algo maior. Nada poderá impedi-lo. Os verdadeiros métodos que usaremos também serão bemsucedidos na remoção de qualquer impedimento espiritual. Você não pode usar horas na Palavra eesperar diante do Senhor, o que será necessário nesse tempo, e ainda encontrar coisaspermanecendo em sua vida que o impeçam. Mesmo que você ache que não é o cristão que deviaser, comece bem aí, porque a verdadeira fé que o levará a se mover no Senhor, também removerácada e o guiará para uma apropriação da graça.

Deus não faz acepção de pessoas. Qualquer crente que ame a Deus e que abra o seu coração para a plenitude do Espírito Santo pode se mover nos dons do Espírito. A vontade de Deus é impartir a cada homem separadamente, como Ele deseja (I Coríntios 12:11). Os únicos que são impedidos são aqueles que nunca receberam o Espírito Santo. Qualquer um que tenha certeza de sua salvação em Cristo pode ter imposição de mãos dos ministérios e receber o Espírito Santo.

Deixe Deus lhe dar qualquer dom que Ele tenha em mente pra você. Eu gostaria de ver todos os membros do Corpo funcionando nos dons do Espírito; são nove dons e eles têm tantas operações diferentes que cada membro terá algo diferente dos outros membros.

Todos os dons do Espírito dependem de duas funções básicas: falar ungido ecompreensão ungida. Todos os dons do Espírito o levam a um tipo de proclamação. Uma palavra de sabedoria ou uma palavra de conhecimento devem ser faladas. A féentra em sua manifestação de poder pela proclamação. Com o coração o homem crê ecom a boca faz a confissão (Romanos 10:10). A fé é ativada pela confissão da boca.Quando falada pela unção do Espírito Santo, a profecia é uma proclamação.Discernimento de espírito geralmente surge numa declaração de algo, mas tambémrequer uma compreensão. Todos os dons envolvem um falar ungido e uma compreensãoungida.

Dois grandes problemas surgem entre os iniciantes que profetizam. No começoeles têm medo, e até têm medo dos sons de sua própria voz. Então, depois quecomeçam a profetizar, existe um segundo problema: eles amam tanto o som de sua vozque é difícil pará-los! Depois de um tempo o ministério estabelece um verdadeiropadrão, e eles se preocupam em falar como oráculos de Deus. Então o verdadeiroministério se desenvolve.

Vamos seguir um princípio que é muito simples encontrado em I Coríntios 14,um capítulo que trata da declaração profética. Aqui somos exortados a buscar edesejar ansiosamente profetizar. Parece não haver restrições quanto ao número dosque podem profetizar, pois o versículo diz: todos podeis profetizar um após o outro,para que todos possam aprender e todos possam ser consolados. Existem restrições arespeito de línguas e interpretações, mas não há restrições a respeito de profecias.Línguas e interpretações até parecem ser depreciados nos escritos de Paulo,particularmente no capítulo 14 de I Coríntios; entretanto, existe uma forte exaltaçãoda declaração profética que deve existir nas reuniões da igreja de uma maneira bemdiversificada. Uma pessoa pode ter um salmo, outro uma doutrina, outro uma língua,outro uma interpretação e outro uma profecia. Toda essa proclamação ungida existia na Igreja do Novo Testamento, com muitos participando. Eventualmente todosentraremos naquele padrão, até que toda casa de Deus esteja se movendo. O padrão e o formato da reunião dão espaço a tudo que Deus quer – declaração profética, ministração no Espírito, e os profetas falando, dois ou três, como descrito em I Coríntios 14.

Outro princípio a se observar é este: porque você ama a Deus, porque você éum filho do Senhor, e porque você tem o Espírito Santo, é possível pela simplesmecânica de acionar a bomba, começar a se mover no Senhor. Nos tempos do NovoTestamento a declaração profética era comum. Atos 19 nos fala que, quando osdiscípulos em Éfeso receberam o Espírito Santo, falaram em línguas e profetizaram. Istoacontecia freqüentemente. A profecia tem sido edificada em nossas mentes como algomuito difícil, mas realmente qualquer fiel cheio do Espírito pode profetizar.

Como podemos entrar nesta declaração ungida? João 7:37-39 nos fala que no ultimo dia da Festa de Tabernáculos, quando estavam reunidos, Jesus se levantou e clamou: Se alguém tem sede venha a mim e beba. Quem crê em mim, como diz aEscritura, do seu interior fluirão rios de águas vivas.  Ora, isto ele disse arespeito do Espírito que haviam de receber os que nele cressem; pois o Espíritoainda não fora dado, porque Jesus ainda não tinha sido glorificado. Depois queJesus foi glorificado, Ele enviou o Espírito Santo. Por isso vemos que a declaraçãoungida era sempre uma marca daqueles que eram cheios com o Espírito.

Efésios 5:18,19 nos diz que devemos ser cheios do Espírito e falarmos uns aosoutros com salmos, hinos, cânticos espirituais, cantando e fazendo melodias em nossoscorações ao Senhor. No livro de Atos somos ensinados que quando o Espírito desceu,eles falaram em línguas. As pessoas se maravilharam e disseram: “Como é que nósestamos ouvindo as poderosas obras de Deus em nossa própria língua dos países emque nascemos?” De certa maneira podemos chamar isso de declaração ungida eclassificar como declaração profética. Existe uma diferença principal entre profetizar efalar em línguas. Quando você fala em diversas línguas, está falando em uma linguagemque não aprendeu, e quando profetiza está falando uma declaração ungida numalinguagem que lhe é familiar e a todos os presentes. Com línguas é necessário tambémter interpretação, para que possa haver compreensão do que está sendo falado.

Uma regra sempre se aplica: Seja tudo feito para a edificação. I Coríntios 14:26b. Se vocês falarem em línguas e entrar alguém que é indouto e não souber o quevocês estão falando, ele dirá que são loucos. (I Coríntios 14:23). Qualquer coisa que éincoerente e não é compreendido, e não segue as regras básicas da edificação dosouvintes, deve ser evitado (I Coríntios 14:16,17).  Você pode se opor a isso porquefalar em línguas o abençoa.  Você é abençoado e edificado, exatamente como aPalavra estabelece, porque está falando para Deus, e isso é sempre abençoado. Porisso, por que você não fala para Deus? Porque falar aos homens quando eles não estão compreendendo o que você está dizendo? Não seria melhor se exercitar em profecia?Mas aquele que profetiza fala aos homens, para a edificação e exortação econsolo(I Coríntios 14:3).Este é o propósito básico de nosso esforço para nosmovermos em declaração profética.

Quando observamos o princípio de chegar ao Senhor e beber para que do nosso interiorfluam rios de água viva, podemos seguir um simples procedimento. Começar a adorar o Senhor, nãosomente com a idéia de louvá-lO, mas quando entrar no espírito visualizar em sua mente um beberdo Senhor Jesus Cristo e então deixar fluir. Quando ouvir uma profecia, beba dela, sem analisá-lapara ver se está doutrinariamente correta. Se esforce para beber daquela palavra profética para que omesmo fluir profético possa surgir do seu interior. Às vezes uma bomba não puxa a água do poçoenquanto um pouco de água não for derramado nela; então depois de um momento, você ouve umsom gargarejante e logo a água flui do poço. De uma maneira semelhante, você aciona a bombaespiritualmente, quando chega até Ele e bebe.  Então o fluir de profecia brota de dentro de você. Pode não parecer como um grande rio, mas pelo menos será um pequeno córrego. Deixe-o começara fluir. Não tente imaginar em sua mente; faça isto com o seu coração, beba do Senhor; e quandovocê beber, observe enquanto ele começa a fluir e crescer cada vez mais.   

Esta também é uma boa maneira de receber o Espírito Santo, porque está basicamente relacionada à operação do Espírito em nossas vidas. Quer seja a primeira recepção do Espírito Santo, a recepção de um dom de profecia, ou de algum ministério de declaração ungida, isto começa a acionar a bomba, bebendo, bebendo, bebendo e depois fluir.

Exercite-se livremente nisso. Use o tempo que puder. Tente disciplinar o seutempo e elimine o que resulta numa conformidade mental com essa era. Evite vertelevisão, porque você não pode ouvir a música de fundo da sua televisão, sem que elaafete o seu espírito.  Você não pode observar as pessoas atirando uma nas outras ouexpondo seus conflitos emocionais, nem pode observar os novos acontecimentos, comoassaltos e etc. sem que isso prejudique o seu espírito, especialmente quando está se esforçando para entrar nesse ministério que Deus quer que você tenha. Portantoempurre a tv para o lado por um tempo e busque gerar o fluir do espírito em profecia detoda maneira possível. Mova-se no nível que você pode se mover agora. Então seráfácil dar um passo para o próximo nível. Profetizar envolve muitas coisas. Primeiro, envolve abrir a sua boca a dizer algo - algo que é ungido e inspirado por Deus.

Deixe-me dar-lhe algumas ajudas para entrar nesse fluir de profecia. Peguealguns Salmos favoritos de louvor e leia-os em voz alta. Cuidado para não fazer issomecanicamente. Lembre-se que a Palavra de Deus foi inspirada pelo Espírito Santo.Aqueles homens falaram, quando foram movidos pelo Espírito Santo (I Pedro 1:21), demaneira que suas palavras foram ungidas e inspiradas. Quando as lê e fala, deixe que oEspírito Santo se mova em você, da mesma maneira como Ele se moveu naquelesprofetas quando as escreveram. Então você sentirá a bênção e o espírito de profeciaque os fez profetizar. Quando fizer isso, logo você descobrirá que não está lendosimplesmente o Salmo, mas esta começando a fluir numa adoração profética ao Senhor.

Seja cuidadoso para interpretar o que o Espírito quer na profecia que você está lendo. Se você se sentir louvando o Senhor, não use um Salmo em que Davi esteja orando por vingança e ira pelos seus inimigos. Em vez disso, escolha um Salmo delouvor apropriado e louve ao Senhor com ele. Não faça isso decorado. Simplesmentefalar um Salmo de memória resulta numa mistura que não é boa. Quando começar aprofetizar não confunda profecia com citação de versículos. Não use o que você podecitar de memória, mas escolha um Salmo que você tenha de ler.  Você pode tambémescolher umas profecias que tenham sido dadas nos cultos e lê-las. Esta instrução soasimples, mas existe uma sabedoria por trás dela, e esta é a razão pela qual funciona.Deus está nela e ela funcionará para você.

Depois que tiver começado desta maneira, é tempo para ter imposição de mãos sobre você, com ministração pessoal para ajudá-lo. Os dons do Espírito podem vir pela imposição de mãos através da impartição, bem como pela impartição soberana do Senhor, ou por apropriação individual. Quer aconteça por uma apropriação individual ou pelo Corpo ministrando em impartição, não importa; é assim que  conseguimos nos mover no Senhor.

Você pode perguntar o que vai profetizar no mundo. Não tente imaginar ou se preocupar comisso. Deixe a profecia vir. Apenas deixe-a vir. Seria melhor ouvir uma pequena profecia incompleta,que sabemos não foi planejada, do que ouvir algo que foi memorizado e que pareceu pouco sincero. Deixe que Deus o guie. Gradualize se livrando das influências em seu pensamento, para que apalavra que falar não nasça em sua mente, mas venha da mente do Senhor. É por isso que vocêdeve ler a profecia e os Salmos enquanto estiver em casa. Você deve vencer o medo do som da suaprópria voz e ser capaz de falar em voz alta. Você não será capaz de se levantar e profetizar umamensagem bem forte, se for tão tímido que não possa dizer, sequer, “amém ou glória a Deus” numareunião. Você deve vencer sua timidez dando voz ao seu louvor até que esteja fluindo.

A esta altura, ajudaria estudar as lições 1, 2 e 8 do manual declaraçãoprofética. A lição 26 chamada “Ministração Pessoal” e a lição 49, “Impartição”, domanual Princípios Elementares, também devem ser estudadas.

Não procure problemas enquanto estiver se movendo em profecia. Em sua ignorância dê ummergulho nela. Depois que estiver na água, nós lhe ensinaremos a nadar e os vários ritmos parausar. Muitos no povo de Deus, ouvem teorias infindáveis a respeito de profecia, com seus váriosaspectos, mas nunca começam a funcionar. Nós queremos ação, queremos que se mova no Senhore então entenderá o que lhe é ensinado. Quando você mesmo entrar em profecia, verá a sabedoriado ensinamento. Quando encontrar problemas entenderá, porque dizemos o que fazemos. Todoscometem alguns pequenos erros. É melhor cometê-los agora quando está aprendendo todos osprincípios da declaração profética, do que sair por aí e cometer uma série de erros mais tarde,porque ainda não entendeu o que é tudo isso afinal. Estamos mais preocupados em ajudá-lo a sairda terra, do que tentar regular ou controlar alguns problemas menores que se fortalecerão com otempo.

Quando estão tratando com o dom do Espírito, é fácil para os ministérios fazer o que tenhovisto muitas vezes. Quando uma pequena brasa cai fora do braseiro, pegam um balde de água e apagam todo o fogo. Então se sentam no frio. Às vezes coisas acontecem que não são corretas,mas, em vez de encorajar o fluir, eles começam a pregar e advertir as pessoas, lançando um bocadode água no fogo, apagando-o completamente. Seja ensinável, para que, quando os problemassurgirem, você não siga um padrão estritamente humano, sentindo que qualquer sugestão é críticapessoal que o faz voltar atrás imediatamente. Se quiser aprender, você não pode ser sensível. Não énosso propósito simplesmente criticar, mas encorajar os pontos bons. Nossa política será deixarque o bom englobe o ruim e que as pessoas cresçam tanto no Senhor que eventualmente se livram dos aspectos improdutivos.

Isto é verdade também no nível natural. Quando uma criancinha começa a falar, ela usa umagramática terrível; tenta falar e não sabe que palavra usar. A família a ama e a acha esperta, não se importando com o quanto incorretas as palavras possam ser; eles acham que é bom que ela esteja tentando. Isto é também verdade no espírito. Se formos muito críticos com as pessoas, sufocaremos o que Deus está fazendo nelas. Portanto deve sempre haver um pouco de instrução enquantoprosseguimos, para não persistirmos nos primeiros erros e eles se tornarem uma maneira pobre deministrar, e, então, não aprendamos a maneira correta.

Já se disse que se aprendermos algo incorretamente e isso se tornar estabelecido em nossa mente, é tão difícil desaprender quanto teria sido aprendê-lo de maneira correta. Um bom exemplo disso é aprender a digitar. Se sua mente associa um dedo com a letra errada, leva semanas para desaprender e usar o dedo correto. Não queremos que aconteça isto num sentido espiritual. Se uma sugestão for feita, ouça cuidadosamente, mas não com a idéia de que ela reprima ou impeça seu mover. Tudo será planejado para ajudá-lo a se mover no Senhor.

Quer você profetize muito ou não, no começo, sua participação servirá a um propósito real,quando aprender a beber do Espírito. Quando agir assim, descobrirá que aquelas coisas que têmocupado sua mente e espírito começarão a desaparecer. Inevitavelmente algo acontece quando vocêbebe: você se torna cheio e a partir do seu enchimento o transbordamento começa a alcançar osoutros. Profetizar nunca deve vir de uma fonte vazia, mas de uma fonte tão cheia que transborde. Permaneça bebendo do Senhor e a partir deste enchimento o fluir começará. Em vez de persistirpensando em seus problemas, entre com verdadeira simplicidade. Não importa quão complicada suavida possa ser, o quanto você acha que Deus tenha pra você, ou quantas vezes tentou se apropriar e falhou. Relaxe e simplesmente louve e adore ao Senhor. Se falar em línguas, exercite-as enquantoadorar ao Senhor, e isto o ajudará. Isto está baseado no princípio do fluir para dentro encontrado emI Coríntios 14:4 - Aquele que fala em língua estranha edifica-se a si mesmo. Você esta sendocheio. A profecia é baseada no “fluir para fora”. Aquele que profetiza fala aos homens para aedificação, exortação e consolo. Línguas e profecias, então, são diferentes um do outro. Quando falaem línguas, você está sendo edificado pessoalmente enquanto está fluindo. Enquanto profetiza, oSenhor está sendo magnificado e os outros podem ser edificados, mesmo que você não esteja falando diretamente a elas. Quando ouve alguém falar em línguas, você nunca é edificado, mesmoque esteja alegre, que a pessoa tenha recebido o batismo, ou seja abençoado. Eu não acho quevocê deva ser abençoado só por sentar e ouvir falar em línguas estranhas, pois este dom não foi planejado para sua bênção, mas para abençoar aquele que fala. Num culto público, você não está alisimplesmente para ser abençoado. Existe uma regra enfatizada em I Coríntios 14:26 - “...seja tudofeito para a edificação”. Então deixe as reuniões estarem em ordem, com profecia e louvor, e istoserá compreendido por todos.

Você deve também aprender a ser como um gravador. A não ser que você aperte umpequeno botão, ele não funcionará, embora a mecânica esteja completa. Ele espera alguém apertaro botão, e, então, tocará ou gravará música de acordo com o botão pressionado. Mantenha seuespírito aberto, com as partes interiores funcionando e prontas; então, quando for o tempo, vocêpode apertar o botão e profetizar e, depois, pode apertar o botão e parar. O fluir continua o mesmo.Quando ouvir outro profetizar, é tempo de pressionar o botão e gravar, para que a profecia seja gravada em seu coração.

Outra coisa a aprender sobre profecia é que ela é uma manifestação agrupada do Senhor, um ministério corporativo em que todos participam. Deve ser como um jogo de voleibol, cujo sentido é manter a bola no ar, se movendo, sem nenhum jogador segurando a bola; se o jogador segurar a bola, isto conta ponto contra. O jogador não deve deixar a bola cair no chão, porque isto atrasa o livre fluir de vai e vem da partida. Tenha diligência em manter a profecia se movendo, e no ar. Temos ouvido profecias em que alguém decola e voa alto. Ele se sente tão bem que prossegue em voar um pouco mais alto e depois mais alto ainda, enquanto todos pacientemente crêem por ele e o ouvem.  Depois de um tempo, ele excedeu o melhor do nível do Espírito, mas continua tentando voar mais alto. O resultado é que quando ele desce, traz tudo abaixo. Nesta situação, a reunião tem a tendência a cair e é necessário um grande esforço de ministração e uma liderança forte para conseguir sair do chão de novo.

Tente profetizar no pico do fluir e, depois, passe adiante para outro e deixe-o profetizar no pico. Nunca pense que sua oportunidade é tão maravilhosa que deve prosseguir até derrubar a unção. Você pode achar que isto não é importante, mas é a única tendência comum que fere os ministérios no Espírito mais do que qualquer outra coisa. Um pregador pode ter uma boa palavra, mas, muitas vezes, não sabe quando parar. Um mestre pode ter um bom pensamento, mas se fala demais, logo se perderá de todo. Você pode ter uma boa profecia. A primeira parte dela é tão boa que você pode acrescentar um pouco, mais e mais e a prolongará além do fluir de unção, até que ela diminua cada vez mais. A direção, então, é se estender e se apropriar da unção que está na reunião, no sentido de manter a profecia no ar. Realmente ela deve ser graciosamente aterrissada, de maneira que alguém mais possa ter oportunidade.

No começo da reunião, tente discernir o que o Espírito está dizendo. Às vezesvocê pode escolher uma das profecias mais fortes. Mantenha o seu coração aberto,para aquela única palavra que Deus está falando. Assim que sua mente, seu coração eseu espírito estejam todos no mesmo canal em que Deus está se movendo, éimpressionante como a palavra parece ser derramada dentro de você. Subitamentevocê tem uma palavra e não é só porque está tentando fortalecer o mesmo canal; éporque você está realmente fluindo no canal em que o Espírito está se movendo. Entãoisso se torna muito agradável. Observe quantas vezes você começa a conseguir apalavra e outra pessoa a profetiza.  Às vezes você receberá cinco ou seis profeciasnuma reunião, sem ser capaz de dar uma delas, porque outra pessoa se antecipa avocê. Sempre tenha muita satisfação no fato de que estava na linha principal, no canalprincipal, pois assim você estará em seu caminho para um verdadeiro ministérioprofético.  Você é capaz de discernir o que o Espírito está dizendo, e é muitoimportante que tenha seus ouvidos sintonizados no que Deus está falando na reunião.Ninguém se torna uma sumidade. Sabendo-se que as circunstâncias influenciam noresultado disto, haverá sempre reuniões em que alguns estarão mais em ação do queoutros; por isto é recompensador para nós prestarmos atenção no que Deus está fazendo e dizendo através dos vários canais.

Lembre-se de que a profecia pode se encaixar no ministério de oração, tãoprontamente como em qualquer outra fase do ministério. O Espírito dentro de nós nãosomente fala para a edificação do povo, mas Ele também ajuda em nossasenfermidades quando não sabemos pelo que orar como devemos (Romanos 8:26). OEspírito intercede de acordo com a vontade de Deus; e aquele ministério, no Espírito, de louvor e adoração ao Senhor e de entrar em oração, pode ser valioso. Simplesmentedeixe que o Senhor se mova.

Falando de uma maneira geral, é bom saber para o que seja a reunião e buscara Deus, para que Ele abençoe naquela linha específica. Reunião de oração é para orar,estudo bíblico é para estudar a Bíblia, e sabemos que a reunião de adoração é paraadorar. Da mesma maneira, não podemos estar amarrados a estas coisas. Quase todas as reuniões do Novo Testamento devem ter um propósito. O Senhor mostra qual é opropósito, e abrimos os nossos corações para Deus nos guiar, naquela reunião, segundoa ordem do Novo Testamento.

Quando começar a profetizar será mais fácil se não tentar ser muito profundo ou muito avançado. Existe uma diferença entre um profeta e alguém que tem um dom de profecia. Não tente ser um profeta. Não sinta que toda vez que começar a falar com uma declaração profética você tenha de prever algo. Previsão não está relacionada ao simples dom de profecia tanto quanto está com a palavra de sabedoria e conhecimento. A palavra de sabedoria, especialmente, trata mais com o que deve vir no futuro. Os profetas que falaram no Antigo Testamento, nem sempre faziam previsão. Às vezes eles faziam denúncias tremendas dos pecados do povo e os chamava para o arrependimento. Outras vezes previam os julgamentos que estavam por vir, ou ministravam pela imposição de mãos dando autoridade e impartição. Existem muitos aspectos relacionados a um ministério de profeta, além da previsão. Embora o dom de profecia possa ter algum elemento de previsão, ele é primariamente para edificação, exortação e consolo, como dizem as Escrituras. Quanto mais é exercitado nas reuniões melhor ficamos.

O ministério de profecia deve assumir um lugar cada vez mais crescente numareunião de uma igreja do Novo Testamento. Está profetizado a respeito dos últimos diasque nossos filhos e nossas filhas profetizarão. A não ser que algumas das igrejascomecem a abrir os corações para a declaração profética, a se mover nisto e começara crescer e se desenvolver, nós nunca seremos o povo que Deus realmente quer. Asigrejas que são dirigidas para deixar que Deus fale através da direção profética sãoraras. Mesmo aquelas que crêem no batismo do Espírito Santo, não enfatizam adeclaração profética. Nós não iremos aos extremos nisso, mas devemos nos apegar aofato de que as igrejas que Deus está levantando nestes dias devem ser guiadas paraas maiores proclamações proféticas que conhecemos até o presente tempo. Isso devecomeçar a fluir e fluir e fluir.

Você pode falar com uma gramática incorreta, mas não sinta que não podeprofetizar. O Novo Testamento não é todo gramaticalmente correto. Se você estudar ogrego do Novo Testamento descobrirá que muito dele não foi escrito com uma boagramática. O evangelho de Lucas e o livro de Atos são excelentes, mas alguns dosoutros contém um grego um tanto quanto mal redigido. Para um homem que era tãobrilhante e tão bem instruído quanto o apóstolo Paulo é impressionante ver quantasfrases incompletas são encontradas em suas cartas. Às vezes ele começa com umafrase preposicional e parece “viajar sem rumo”. Embora ele não possa completar umafrase, de alguma maneira você consegue a verdade que ele está trazendo. Se pudermos ajudar, não queremos envergonhar o Senhor usando uma gramática capenga,pois todos desejamos glorificar o Senhor, tanto quanto pudermos. Entretanto, o Senhoré bom, e Ele nos abençoa, assumindo o que somos e usando isto de uma maneiraimpressionante.

Não pensem a respeito de profecia como o Senhor realmente falando. Vocês raramente me ouvem profetizar: “assim diz o Senhor ou ‘eu vos digo...’”, pois estou consciente das razões para evitar isto. Quando alguém trazendo uma palavra do Senhor diz: “assim diz o Senhor” ou “eu vos digo”, está eliminando sua própria responsabilidade naquela palavra; então não pode ser ninguém mais do que Deus. Ele se afastou desta responsabilidade completamente e está afirmando que Deus está falando verbalmente e diretamente através dele para o povo. Existem vezes quando uma boa profecia tem de vir desta maneira; entretanto eu acho que devemos todos aderir a este único fato: a profecia envolve o elemento humano; ela tem canais humanos e está sujeita a erro. Não devemos nunca afastar nossa responsabilidade disto. Se nossa profecia é perfeita e traz a Palavra diretamente de Deus para o povo, ótimo. Então você foi um canal com nenhum crédito para você e toda a glória para Jesus. Mas se você diz uma coisa errada, não é responsabilidade de Deus. Você deve levar a culpa nos seus próprios ombros. Não fuja disso. Todos cometem erros. Todos falham. Embora estejamos tratando com um dos mais preciosos instrumentos de edificação do Corpo que jamais conhecemos, é possível para este dom entrar em engano. Por isso, quanto mais você aceitar sua responsabilidade e abrir seu coração para Deus neste assunto, suas profecias serão melhores.

Existe uma diferença entre ser um profeta e ter o dom de profecia. Pauloescreve em I Coríntios 14:31: “todos podeis profetizar, uns após os outros”.Entretanto, em I Coríntios 12:29, ele escreve: “são todos profetas?”. Não, eles nãosão todos profetas. Ser um profeta e desempenhar este alto ofício não pode seratingido plenamente por todos. Não podemos caminhar nisto tão completamente comodevemos, mas podemos todos estar profetizando quando entrarmos no maravilhoso fluirdo Espírito para edificar e exortar.

É mais importante para você começar em proclamação espiritual do que entender toda a teoria dela antes de começar. Aprenda enquanto anda. Tudo deve ser feito dessa maneira. Se você tentar engrandecer cada aspecto de um projeto antes de começar, você nunca conseguirá começar porque estará sempre tentando analisar alguma outra fase dele. Simplesmente abra seu coração para Deus em cada reunião. Viva sempre quase completamente cheio, para que, com apenas um gole e um pouco de adoração, possa fluir. Declaração profética é o transbordamento.

Nós podemos ilustrar isso com um saco de estopa. Quando o saco está vazio, fica enrugado; mas se está cheio de grãos, cada dobra desaparece. Sabemos que oSenhor está vindo para uma igreja sem rugas e sem mácula. E as pessoas, muitasvezes, têm a idéia de que isso deve levá-las a uma grande dose de introspecção, sondagem de coração, e cuidado no modo de viver. Se você fizer isso, estará examinando as rugas. A melhor maneira de se livrar das rugas – os problemas equalidades negativas – é encher-se com Deus. Por causa de todos os seus problemas,você pode se admirar de como será capaz de profetizar. Simplesmente se tornecompletamente cheio com Deus. Os problemas que você enfrenta serão eliminados pelaverdadeira coisa que o leva a profetizar.

Você não pode abrir seu coração plenamente para amar ao Senhor, para beber dEle e apropriar de Sua graça, e se tornar um canal, sem tê-lO automaticamente cuidando de suas rugas também. Se esperar ser pessoalmente digno para profetizar, você nunca fará isto. Lembre-se de que toda ministração do Espírito na igreja do Novo Testamento é baseada num dom. A palavra grega “charis” significa graça; “carisma” significa dom. Nunca esqueça que o Espírito Santo é um dom, uma dádiva imerecida da graça que repousa sobre você. Se os dons do Espírito fossem ganhos por mérito, não poderiam ser chamados de dons. Quando abrimos nossos corações e bebemos, nós recebemos. Nós recebemos porque é uma ministração da graça de Deus para nós e depois, através de nós, para os outros. Simplesmente nós bebemos quando louvamos e bendizemos ao Senhor.

Apegue-se a esta verdade firmemente em sua mente: porque o Senhor o ama e o redimiu, você permanece no mesmo terreno com todos os outros irmãos e irmãs, a despeito de sua própria realização pessoal. De fato, aqueles com maiores realizações podem descobrir isto com um pouco mais de dificuldade para se mover naqueles ministérios do que aqueles com menos realização, porque sobre o membro menos honrado Deus coloca mais abundante honra, para que não haja divisão no Corpo (I Coríntios 12:25). Alguém que parece ser incapaz comumente entrará nos dons na frente de alguém que parece ser dotado particularmente de certas qualificações pessoais. Por isso, não ache que você é totalmente incapaz, pois Deus usa vasos frágeis para confundir os poderosos, para que nenhuma carne se glorie em Sua presença (I Coríntios  1:29). As pessoas observarão que é a graça de Deus que é derramada sobre os homens.

Declaração profética: está vindo o dia em que o Senhor não tratará com oshomens segundo o que eles mereceram ou geraram pelas obras de suas mãos, mastodo homem glorificará a Deus pela obra que foi executada plenamente pela mão doSenhor. A carne humana se gloriará na presença do Senhor? Não, a carne não se gloriará em Sua presença, pois o Senhor levantará um povo que andará diante dEle emhumildade. Até os confins da Terra os homens se maravilharão e dirão: “de onde vemeste poder? De onde têm eles esta autoridade?” E eles perceberão que isto tudo foi colocado sobre eles pela mão do Senhor.

Portanto, o Senhor será glorificado. Não está escrito que vocês deixarão a luz brilhar diante dos homens para que eles possam ver suas boas obras e glorificarem o Pai? Eles não glorificarão a vocês, pois observarão que isto não foi feito por vocês. Quando virem as obras e os sinais poderosos e as maravilhas em suas mãos, glorificarão o Pai, pois dirão: “nenhum destes fez isto, foi o Senhor através deles”.

O Senhor levantará muitos canais frágeis. Ele os ungirá com Seu Espírito e os enviará no poder do Senhor. Se abrirem seus corações, este é o dia da visitação em que o Senhor tomará o aleijado, o coxo e os fará fortes. Tomará os pobres do rebanho e os enriquecerá. Tomará os pobres deste mundo e os fará ricos em fé e herdeiros do Reino que Ele lhes prometeu. Não duvide em sua mente e em seu coração de que o Senhor os escolheu. Não diga: “não sou digno dessas coisas”, pois é o Senhor que os tornará dignos; e é a Sua graça que levará essas coisas para dentro da sua vida. Se abrirem os corações para isso, o Senhor não os enriquecerá? Tudo isso não é pela mão do Senhor?

Ó vinde vasos do Senhor e bebam, pois as fontes estão abertas para todos! Não desprezem este que virá e não digam que vocês não entrarão. Deixem que o Senhor os guie, deixem que o Senhor os abençoe, deixem que o Senhor os encha até transbordar. Deixe que a graça que repousa sobre vocês flua para os necessitados, para os sedentos e para os famintos do mundo.

Reino Net

voltar para Lições da Escola

left show tsN fwR normalcase|left tsN fwR uppercase bsd b01s|left show fwR uppercase bsd b01s|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase b01 bsd|login news fwR uppercase c05|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase bsd b01|content-inner||