05. Lição 3 -Deus Sempre Levanta: PROFETAS em Épocas de Transiç

"MOISÉS RESPONDEU: QUEM DERA TODO O POVO DO SENHOR FOSSE PROFETA..." 
(NÚMEROS 11:29). "TODOS PODEIS PROFETIZAR..." (1 CORÍNTIOS 14:31).

ESCOLA PARA PROFETAS

Lição 3

Deus sempre levanta:
Profetas em Épocas de Transição

“...e suporto-lhes os maus costumes por cerca de quarenta anos no deserto; e, havendo destruído sete nações na terra de Canaã, deu-lhes essa terra por herança, vencidos cerca de quatrocentos e cinqüenta anos. Depois disto lhes deu juízes até o profeta Samuel”. Atos 13:16-23.

Samuel foi o último dos juízes e o primeiro dos profetas. Ele foi levantado por Deus em um período de transição, foi o elo de ligações entre duas etapas do propósito de Deus no Antigo Testamento. Atos 3:24 confirma que Samuel foi o primeiro profeta, de uma linhagem que lhe sucedeu: “E todos os profetas, a começar com Samuel, assim como todos quantos depois falaram, também anunciaram estes dias”.

I) O período de transição para o Reino de Davi

Samuel nasceu num período de declínio espiritual o qual passava a nação de Israel.

“Quando o Senhor lhes suscitava juízes, era com o juiz; porquanto o Senhor se compadecia deles ante os seus gemidos, por causa dos que os apertavam e oprimiam. Sucedia, porém, que, falecendo o juiz, reincidiam, e se tornavam piores do que seus pais, seguindo após outros deuses, servindo-os, e adorando-os eles; nada deixavam das suas obras, nem da obstinação dos seus caminhos...” (Juízes 2:18-19).

Durante o período dos Juízes, a nação de Israel vivia em instabilidade espiritual, períodos de altos e baixos, ora serviam ao Senhor, por causa do caráter justo de algum juiz, mas após a morte deste, voltavam à adoração a ídolos e à apostasia. Quando não havia um líder justo: “... cada qual fazia o que achava mais reto”Juízes 17:6; 21:25.

A situação foi se agravando até os dias de Eli, sumo-sacerdote do período em que nasceu Samuel. Os filhos de Eli, também sacerdotes, andaram em grande pecado diante de Deus e do povo: “Era pois mui grande o pecado destes moços perante o Senhor”, 1 Samuel 2:17. Por causa disso, o Senhor decidiu exterminar aquela linhagem sacerdotal, 1 Samuel 2:25-26... “Era, porém, Eli já muito velho e ouvia tudo quanto seus filhos faziam a todo o Israel e de como se deitavam com as mulheres que serviam à porta da tenda da congregação. E disse-lhes: Por que fazeis tais coisas? Pois de todo este povo ouço constantemente falar do vosso mau procedimento. Não, filhos meus, porque não é boa fama esta que ouço; estais fazendo transgredir o povo do SENHOR. Pecando o homem contra o próximo, Deus lhe será o árbitro; pecando, porém, contra o SENHOR, quem intercederá por ele? Entretanto, não ouviram a voz de seu pai, porque o SENHOR os queria matar. MAS o jovem Samuel crescia em estatura e no favor do Senhor e dos homens.” Deus sempre tem um mas..., Ele sempre estará suscitando um povo, uma comunidade profética, um remanescente que terá a unção e comissionamento de reverter toda a situação.

“Então suscitarei para mim um sacerdote fiel, que procederá segundo o que tenho no coração e na mente; edificar-lhe-ei uma CASA ESTÁVEL, e andará ele diante do meu ungido para sempre.” (1 Samuel 2:35).

O texto de primeira Samuel vai descrevendo o estado de depravação da liderança e da nação de Israel. Mas, o Senhor estava preparando um menino, Samuel, e através dele iria criar uma casa estável, nele estaria surgindo o fim da instabilidade espiritual.

1 Samuel 3:1-4 descreve o “fundo do poço”. Observe como estas verdades se aplicam à situação da cristandade atual e compare com o que o livro de Apocalipse fala sobre a igreja de Laodicéia (Apocalipse 3:14-21):

·        A palavra do Senhor era mui rara: As pessoas iam buscar a Palavra do Senhor - ensinamento, aconselhamento e direção - mas os sacerdotes não tinham a Palavra, por causa da impureza de seus corações.

·        As visões não eram freqüentes: A percepção espiritual dos líderes estava embotada. Não havia direção, por isso o provérbio se cumpria (Provérbios 11:14; 29:18) e o povo caia em pecado e corrupção.

·        Os olhos do sacerdote já começavam a escurecer-se, a ponto de não poder ver: “Toda planta que meu Pai celestial não plantou, será arrancada. Deixai-os: são cegos, guias de cegos. Ora, se um cego guiar outro cego, cairão ambos no barranco. Então lhe disse Pedro: Explica-nos a parábola...” (Mateus 15:13-15).

·        Antes que a lâmpada de Deus se apagasse: “Não apagueis o Espírito(1 Tessalonicenses 5:19). O trecho de Samuel acaba descrevendo o quadro de apostasia e declínio espiritual mostrando que a lâmpada do santuário já estava se apagando. Foi então que....

     Se você continuar lendo a História, Deus se revela e fala com Samuel. Deus deu um sonho a Samuel falando sobre o extermínio daquela atual linhagem sacerdotal... “Crescia Samuel, e o Senhor era com ele, e nenhuma de todas as suas palavras deixou cair em terra. Todo o Israel, desde Dã até Berseba, conheceu que Samuel estava confirmado como PROFETA do Senhor. Continuou o Senhor a aparecer em Silo, enquanto por sua palavra se manifestava ali a Samuel (1 Samuel 3:19-21).

       A situação atual no mundo cristão é o mesmo. Embora estajamos vendo um declínio espiritual nas religiões estabelecidas, o Senhor está preparando e levantando um remanescente que estará criando as condições para o Estabelecimento do Rei, Cristo Jesus, em Seu Reino.

II) Samuel, o profeta e apóstolo do Antigo Testamento

Samuel foi levantado por Deus num período de transição. Agora estava começando uma nova ordem em Silo (monte que é um símbolo veterotestamentário do Reino). Deus lhe deu uma sabedoria e unção para edificar, em várias cidades de Israel, comunidades proféticas que tinham uma Escola de Profetas.

·        O apóstolo do Antigo Testamento: 1 Samuel 7:15 a 17 – “E julgou Samuel todos os dias de sua vida a Israel. De ano em ano fazia uma volta” (observe esta expressão, ele fazia uma volta, pois estas cidades formavam um CÍRCULO ao redor de Jerusalém) “passando por Betel, Gilgal e Mispa; e julgava a Israel em todos esses locais. Porém voltava a Ramá, porque sua casa estava ali, onde julgava a Israel, e onde edificou um altar ao Senhor.. De ano em ano o profeta Samuel fazia uma viagem pelas cidades de Betel, Gilgal e Mispa (“Torre de Vigia”, Gênesis 31:48, 49), julgando e orientando todo o povo. Porém, voltava para Ramá (“Ser alto”), sua cidade e “plataforma de lançamento”. Ramá foi para Samuel, assim com Antioguia foi para Paulo.

As cidades (Escolas de Profetas) tornaram-se a base espiritual para a edificação da “casa estável” que estava na mente e coração do Senhor. Hoje estamos vivendo em mais um período de transição. Agora, então, as Escolas de Profetas criarão a atmosfera espiritual para o estabelecimento do Reino de Deus sobre toda a Terra.

·        Semelhante ao apóstolo Paulo no Novo Testamento, que morava na cidade de Antioquia e viajava pelas igrejas periodicamente, Samuel fazia viagens apostólicas criando uma base espiritual naquelas cidades. Samuel morou toda o resto de sua vida em Ramá (1 Samuel 19:18-20; 25:1).

·        (1 Samuel 7:5-13) As cidades nas quais Samuel fazia uma volta, de ano em ano, para julgar Israel, ficavam na região de Benjamim (Josué 18:21-28) que era predominantemente montanhosa, localizada ao norte de Jerusalém. As orações dos profetas nestas regiões altas, traziam vitórias para o povo de Deus (cf. 1 Samuel 7:5-13). Ali os profetas podiam manter uma vigília espiritual contra todo ataque a Israel e Jerusalém. Geograficamente, estas cidades formavam um cerco (“volta”) de proteção para a cidade de Jerusalém. Se olharmos em um mapa, notaremos que estas cidades (Betel, Gilgal, Mispa e Ramá) situavam-se ao redor de Jerusalém, formando um CIRCULO DE PROTEÇÃO. Portanto, foi fundamental o papel das Escolas de Profetas nestas cidades, para o progresso dos propósitos de Deus para o Seu povo.

·        Também hoje, o Senhor tem levantado Comunidades Proféticas em cidades estratégicas no Brasil, a fim de manter a VIGÍLIA espiritual por parte dos atalaias profetas, além da voz do Senhor ser ouvida por meio destes “homens de Deus”.

·        Feitos de Samuel. A principal missão de Samuel foi levantar as bases do futuro Reino. Isso é muito importante que entendamos. Para estabelecer a casa estável que era o que estava no coração e mente do Senhor, Samuel, como profeta, juiz e sacerdote, seguiu uma estratégia:

a)      Estabeleceu as Escolas de Profetas em cidades estratégicas. Se você olhar um mapa da Bíblia, você notará que as cidades onde havia uma comunidade profética faziam um cerco, muro de proteção para a cidade de Jerusalém. Estas cidades (comunidades proféticas) eram, portanto, um muro de proteção e criadora de uma unção, ao redor de Jerusalém (Sião). Aqui está a base para o próximo passo.

b)      Samuel (profeta) e Davi (rei) estabeleceram as normas do reino (1 Crônicas 9:221 Samuel 10:25; 12:14, 15), estabeleceram as funções na casa do Senhor. Semelhante comissionamento há sobre os apóstolos e profetas no Corpo de Cristo atualmente (cf. Efésios 2:19-22; 4:11-14).

c)      Estabelecimento do rei (entronizando o Rei): Foi Samuel que ungiu Davicomo sendo o rei segundo o coração de Deus (1 Reis 2:1-51 Samuel 16:13). Da descendência de Davi nasceria o Messias, o Rei dos judeus, que inauguraria o Reino de Deus sobre a terra.

Cidades onde havia uma comunidade profética: A passagem de 2 Rs 2:1-5 mostra que havia escolas de profetas (com mestres e discípulos) em Gilgal, Betel e Jericó. Elias também foi formado numa destas escolas de profetas, ele morava em Gileade (1 Rs 17:1). Débora, Jz 4:4, 5, foi uma profetiza que viveu entre Ramá e Betel, na região montanhosa de Efraim.

·        As Escolas de Profetas existiram até anos antes do tempo de Jesus.Isaías 8:16 mostra que Isaías tinha vários discípulos. Nas Escolas de Profetas havia o profeta-mestre, e os profetas-discípulos. Isaías era casado; sua esposa é chamada de a profetiza”;  (Isaías 8:3).

·        No Novo Testamento, o mover de Deus através da Equipe Apostólica também nasceu e foi sustentado pelas comunidades proféticas. Na igreja de Antioquia, Atos 13:1-3, havia profetas e mestres que serviam ao Senhor. Da atmosfera espiritual e do terreno fértil que havia naquela comunidade, Deus levantou a Equipe Apostólica através de Paulo e Barnabé para que o Evangelho do Reino fosse proclamado em todo o mundo conhecido daquela época (exceto a região da ÁSIA).

II) Outros períodos de transição

(Tempo de Restauração e antes da vinda do Rei)

No período da Restauração, com Esdras e Neemias, os povos que habitavam na terra desempenharam grandes esforços para desanimar e desmotivar o povo de Deus, na obra de reconstrução do Templo e da cidade de Jerusalém. De fato, eles conseguiram interromper o trabalho de restauração durante 15 anos, até que, os profetas Ageu e Zacarias, se dispuseram a profetizar aos judeus (Esdras 4:24 a 5:2). Então, a motivação, a coragem e o ânimo voltaram ao coração do povo: “Assim, edificamos o muro, e todo o muro se fechou até a metade de sua altura; porque o povo tinha ânimo para trabalhar”. (Neemias 4:6).

Cremos que também hoje, neste “tempo da restauração de todas as coisas,antes do Senhor enviar o Seu Cristo” (Atos 3:19-21), o Senhor estará levantando os profetas para encorajar o povo de Deus a restaurar a sorte de Sião (monte que simboliza do Reino de Deus). A promessa é que a glória desta segunda casa será maior que da primeira.

Antes da vinda do Messias (Jesus, o Nazareno), o Senhor enviou o profeta João Batista, para preparar o caminho para o Senhor. As Escrituras também mostram, em outros trechos, que o Senhor levantará Seus profetas antes da Sua Parusiar: “Eis que eu vos enviarei o profeta Elias, antes que venha o grande e terrível Dia do SENHOR; ele converterá o coração dos pais aos filhos e o coração dos filhos a seus pais, para que eu não venha e fira a terra com maldição”. (Malaquias 4:5, 6). E, Apocalipse 11:3-14 enfatiza que a unção que havia sobre Elias e Moisés repousará sobre uma comunidade profética, neste tempo do fim.

Complemento:
Leia a lição "O Profeta-Sacerdote do Reino"

 

voltar para Lições da Escola

left show tsN fwR normalcase|left tsN fwR uppercase bsd b01s|left show fwR uppercase bsd b01s|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase b01 bsd|login news fwR uppercase c05|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase bsd b01|content-inner||