04 - Seção IV - Ordem, Autoridade e Disciplina

LIÇÃO IX ORDEM

Leituras bíblicas:  Livro do Tito; I Co 14:23-40; I Tm 3:1-16; Ef 5:22-6:4.

Introdução:

Deus tem uma ordem divina para a igreja do Novo Testamento. No período dos Juízes, "cada um fazia o que achava reto". Sem ordem divina, eles caíram num estado de confusão e desordem. A Igreja de Jesus Cristo experimenta essa confusão e desordem quando é ignorante a respeito do plano e da ordem de Deus para ela.

I.          Ordem na igreja.

Tt 1:4-16; 3:9-11.

Sempre há pessoas que "é preciso fazê-los calar" (Tt 1:10, 11), e por esta razão foi criado um forte presbiterado.

II.        Ordem no culto da igreja.

I Co 14:23-40

Isto elimina a confusão e o abuso dos dons divinamente outorgados.

III.       Ordem nas famílias da igreja.

Ef 5:22 - 6:4.

Na ordem de Deus, a "cabeça" da mulher é o homem, etc,. I Co 11:1-5.

Quando a sua família está em desordem ou os filhos rebeldes, o presbítero ou diácono pode ser destituído. I Tm 3:1-16.

IV.       Ordem na vida particular do crente.

Tito cap. 2 e 3:1-8.

Estas várias instruções são dignas de discussão.

V.        Ordem mesmo quando se levantam problemas e restrições pessoais.

I Co 7:8-24, especialmente v. 17.

VI.       Foi estabelecida ordem para as ordenanças.

Ordem foi estabelecida para as ordenanças, especialmente para a Ceia do Senhor. I Co 11:23-24.

VII.      Ordem no levantamento de finanças.

I Co 16:1,2.

VIII.    Os preguiçosos e indolentes foram chamados desordeiros.

II Ts 3:6-15.

IX.       As escrituras revelam que nos últimos tempos haverá grande desordem. Haverá uma grande desordem em toda a sociedade. II Tm 3:1-9.

Conclusão:

Discuta o ataque de Satanás contra toda a estrutura e a ordem para a sociedade, para a igreja e para a família.

LIÇÃO X AUTORIDADE

Leituras bíblicas: Mt 28:18-20; Jo 5:19-29; Ef 1:20-23; Cl 1:16-20; Ef 1:3; Jo 14:12-14; 15:7,16; 16:23-24.

Introdução:

Nestes últimos tempos há um problema de engano. Nosso Senhor advertiu contra os falsos profetas que desviariam a muitos, e que o engano haveria de ser tão grande que, se fosse possível, até os eleitos seriam enganados. Mt 24:11,24. Nestes dias, há grande perigo para o crente que é "uma lei para si mesmo."  Quando alguém exalta as suas próprias razões e conclusões acima da direção que recebe daqueles a quem o Senhor estabeleceu sobre ele para orientá-lo, ele se coloca em uma posição de perigo. O Senhor coloca líderes na igreja, e os investe de autoridade sobre o rebanho, fazendo-os responsáveis por ele. Hb 13:7-9,17. A responsabilidade que eles carregam é grande. Tg 3:1; Ez 33:6; Ez cap 3.

Realmente, o crente é exortado à submissão não apenas aos ministérios de governo, mas também um ao outro, ainda mais que somos incompletos por nós mesmos: necessitamos do que Cristo colocou em ministério em cada membro. I Co 16:15,16; Ef 5:15-21; I Pe 5: 1-7. Nossa relação para com a autoridade divinamente indicada sobre nós, é da maior importância.

I.          Toda autoridade no céu e na terra reside em Cristo Jesus mesmo. Mt 28:18-20; Jo 5: 19-29; Ef   1:20-23; Cl 1: 16-20. Todos os ministérios do Corpo de Cristo ministram em virtude da           autoridade delegada e da responsabilidade atribuída a eles por Cristo. Foi assim que os           discípulos ministraram. Lc 10:17-20; Lc 12:41-48.

II.        Autoridade do Apóstolo.

O próprio Cristo delegou autoridade aos primeiros apóstolos. Jo 20:21-23; Mt 16:17-19. Minha opinião é que uma aparição pessoal de Cristo e uma comissão direta de Cristo não essenciais para o apostolado. Paulo alude à aparição de Cristo a ele, quando defendia o seu apostolado. I Co 9:1,2. De qualquer forma, ele foi chamado (At 13:2 e 14:14) e recebeu o seu ministério diretamente do Senhor. Gl 1:15-24.

III.       Autoridade do profeta.

Aqui outra vez, esta é uma autoridade delegada por Cristo pelo Espírito Santo. Pode ser dada por direta comissão de Cristo, ou pode ser confirmada por apóstolos ou por outros profetas, etc. I Co 12:28; Ef 2:19-22.

IV.       Autoridade do evangelista, do pastor e mestre.

A sua autoridade é também delegada por Cristo através do Espírito Santo, e pode ser confirmada e estabelecida como no caso do profeta.

V.        Autoridade dos presbíteros.

Em Atos 14:21-23, a sua autoridade foi delegada e comunicada pela imposição de mãos dos apóstolos. Não há exemplo em que eles tenham sido eleitos, em todo o Novo Testamento. Receberam a sua autoridade da autoridade dos ministérios fundamentais naquela igreja local, ou que tinha a responsabilidade sobre aquela igreja local.

VI.       Autoridade dos diáconos.

Em Atos 6:2-6, os diáconos foram escolhidos pelos membros do Corpo de Cristo, que procurou certas qualificações. Depois, os Apóstolos impuseram as mãos sobre eles e delegaram autoridade para que fizessem a sua tarefa específica.

VII.      Autoridade de todos os crentes.

Cada membro do Corpo de Cristo deve ter um ministério definido e distinto. Para cumprir este ministério, ele dever receber a comunicação da autoridade, da unção, capacitação, pelo Espírito, para completar a tarefa. Os presbíteros, ou os ministérios fundamentais da igreja, poderão impor as mãos em cada crente, e ministrar por revelação e por comunicação, o que é necessário para cumprir o seu ministério. As Escrituras asseguram a provisão e a promessa de autoridade de Cristo, para realizar grandes cousas da oração e do ministério.

>Ef 1:3; II Co 9:8-11; Jo 14: 12-14; 15:7,16; 16:23,24.

VIII.    Autoridade do pai e da mãe.

Como já estudamos na lição anterior, mencionamo-lo apenas de passagem.

Ef 6:1-3.

Conclusão:

Quando aprendemos a permanecer em submissão à autoridade do Senhor Jesus Cristo sobre      nós, e aos ministérios que Ele indicou para nos dirigir, somos como o centurião em Lucas 7:2-  10, que exerceu grande fé. Leia de novo essa história, cuidadosamente, e note como Jesus       maravilhou-se com a fé do centurião. A sua fé estava baseada no reconhecimento da autoridade        de Cristo. Ele mesmo, como homem de autoridade, reconhecia a autoridade maior de Cristo, e    permaneceu humilde e submisso diante dela. Que possamos fazer o mesmo.

Neste ponto, é muito precioso I Co cap. 4. À luz desta lição, a opinião apostólica a respeito de    mordomia, de fidelidade, de autoridade, etc., é de muito valor.

LIÇÃO XI >DISCIPLINA

Leituras bíblicas: I Co 5:1-13; At 5:1-16; II Ts 3:6-16; Mt 18:15-22; 16:19; Rm 16:17; II Co 2:6-11; Gl 5:10; I Tm 1:19,20; I Tm 6:3-5; Tt 3:10,11; II Jo 10,11; Leia I Co 5. Também Mt 18:15-22.

I.          O Que é disciplina eclesiástica?

I Co 5:1-5.

A - É atitude que deve ser tomada, a respeito de pecado grave, pecado que seja motivo de   boatos insistentes, ou do conhecimento geral da igreja, e talvez dos de fora. I Co 5:1.  Note: A igreja inteira é reprovada diante do mundo, e não só o indivíduo. A igreja será reprovada, mas não merece sê-lo por um ato isolado. I Pe 2:19,20.

B - A atitude da igreja deve ser de tristeza, não de indiferença. I Co 5:2. Hb 3:12,13.

1. Uma cousa é falar a respeito do pecado, outra é lamentá-lo.

C - A autoridade da igreja para disciplinar. I Co 5:3,4.

D - Disciplina é um ato de fé, bem como a obediência.

II.        Porque Deus ordena disciplina Eclesiástica?

I Co 5:6-8.

A - Porque a igreja toda sofrerá a contaminação do pecado de uma pessoa: I Co 5:6, se o    permitir e for indiferente a ele.

Ilustração do Velho Testamento: Acã Is 7.

Ilustração do Novo Testamento: Jezebel. Ap 2:20.

Gl 5:9: Um pouco de fermento leveda toda a massa. Cantares de Salomão 2:15: Apanhai-me as raposas, as rapozinhas que devastam os vinhedos. Ec 10:1: Qual a mosca morta faz o unguento do perfumador exalar mau cheiro, assim é para a sabedoria e a honra um pouco de estultícia.

B - Porque a responsabilidade da purificação interna repousa sobre a igreja. I Co 5:7. Lembre-se também que quando a Páscoa se aproximava, devia-se fazer uma busca na casa, vendo se  havia fermento.

No Velho Testamento o grito era: Sonda-me, ó Deus. No Novo Testamento Deus diz: Examine-se o homem a si mesmo, e outra vez:Examinai-vos a vós mesmos (II Co 13:5). O Espírito Santo é dado como um auxílio para se conhecer o estado interior. II Co 7:1; II Tm 2:21; Tg 4:8; I Jo 3;3. Nossa condição espiritual, na vigência do Velho Testamento, era uma cousa vaga. Na do Novo Testamento, podemos estar certo da nossa condição espiritual.

C - Porque precisamos participar de Cristo em sinceridade. I Co 5:8. A figura da páscoa do Velho Testamento está em Ex 12:15, 19. É uma festa. I Co 11:28-32. Em suma, Deus  quer uma igreja limpa.

III.       O que Deus quer dizer quando fala em separação?

I Co 5;9-13.

A - Primeiramente, é uma experiência do coração. I Co 5:9-10.

B - Não é isolamento do contato com o mundo. I Co 5:9,10.

1. Precisamos entrar em contato com os pecadores para ganhá-los, e precisamos   viver piedosamente diante deles.

Havia santos na ímpia casa de César. Fl 4:22.

 2. Veja a oração de Jesus, não para que sejamos tirados do mundo, mas que sejamos isentos do seu pecado. Jo 17:15-17.

C - Mas significa evitar um jugo desigual com o infiel. II Co 6:14.

D - É isolação dos que se dizem crentes mas são impuros. I Co 5:11-13.

IV.       Por que ofensas deve um crente ser disciplinado?

A - Se ele é impuro, avarento, idólatra, maldizente, beberrão ou roubador. I Co 5:11.

B - Se ele é desobediente à Palavra. II Ts 3:14,15.

C - Se está andando desordenadamente. II Ts 3:6.

D - Se é herege. II Jo 8-11; Tt 3:9-11.

E - Se causa divisão e ofensas contrárias à doutrina. Rm 16:17,18.

F - Se tem forma de piedade, mas nega a sua eficácia. II Tm 3:5.

G - Se produz questões e atrito. I Tm 6:3-5. Para um exemplo, veja I Tm 1:19,20.

Nosso anelo deve ser uma igreja de boa reputação e que tenha a bênção de Deus.

V.   Como o irmão ofensor pode ser disciplinado.

 Mt 18:15-22.

VI.  Como o irmão ofensor pode ser restaurado.

II Co 2:6-11.

VII.   Note: que em todos os exemplos dados no Novo Testamento, a disciplina foi dirigida por uma     autoridade apostólica, e foi esperada a participação de todos os crentes, com a sua fé e  dedicação.

 

voltar para Igreja do Novo Testamento

left show tsN fwR normalcase|left tsN fwR uppercase bsd b01s|left show fwR uppercase bsd b01s|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase b01 bsd|login news fwR uppercase c05|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase bsd b01|content-inner||