Lição 03 - Receba o Reino

Hebreus Fala do TEMPO DE GLÓRIA e DOMÍNIO dos Filhos

“Por esta razão, importa que nos apeguemos, com mais firmeza, às verdades ouvidas, para que delas jamais nos desviemos. Se, pois, se tornou firme a palavra falada por meio de anjos, e toda transgressão ou desobediência recebeu justo castigo, como escaparemos nós, se negligenciarmos tão grande salvação? A qual, tendo sido anunciada inicialmente pelo Senhor, foi-nos depois confirmada pelos que a ouviram; dando Deus testemunho juntamente com eles, por sinais, prodígios e vários milagres e por distribuições do Espírito Santo, segundo a sua vontade. Pois não foi a anjos que sujeitou o mundo que há de vir, sobre o qual estamos falando; antes, alguém, em certo lugar, deu pleno testemunho, dizendo: Que é o homem, que dele te lembres? Ou o filho do homem, que o visites? Fizeste-o, por um pouco, menor que os anjos, de glória e de honra o coroaste e o constituíste sobre as obras das tuas mãos. Todas as coisas sujeitaste debaixo dos seus pés. Ora, desde que lhe sujeitou todas as coisas, nada deixou fora do seu DOMÍNIO. Agora, porém, ainda não vemos todas as coisas a ele sujeitas…” (Hebreus 2:1-8).

A profecia que o escritor de Hebreus menciona não está falando do homem não regenerado, mas do homem que retornou à graça de Deus. Ele fala acerca de levar muitos filhos à glória - os filhos de Deus em sua manifestação e o governo final sobre todas as obras de Suas mãos. Não haverá nada que não esteja sujeito a eles.

“Agora, porém, ainda não vemos todas as coisas a ele sujeitas; vemos, todavia, aquele que, por um pouco, tendo sido feito menor que os anjos, Jesus, por causa do sofrimento da morte, foi coroado de glória e de honra, para que, pela graça de Deus, provasse a morte por todo homem”. (Estamos esperando por Jesus, que tem glória e honra repousando sobre Ele, porque toda autoridade no céu e na terra reside Nele.) “Porque convinha que aquele, por cuja causa e por quem todas as coisas existem, conduzindo muitos filhos à glória, aperfeiçoasse, por meio de sofrimentos, o Autor da salvação deles”. (Hebreus 2:8b-10).

Por Cristo estar nessa posição de exaltação, o domínio e a posição futura desses filhos que serão conduzidos à glória dependem da Sua exaltação. Nosso futuro e nosso destino, em Deus, dependem da exaltação de Jesus Cristo como Senhor absoluto e soberano sobre as nossas vidas, pois tudo está Nele - toda autoridade, todo poder, todo domínio, e o cumprimento de tudo. Somos completos Nele, que é a Cabeça do Corpo, e podemos estender a mão, em nome do Senhor, e receber graça para nos ajudar.

Nesta hora presente ainda não há indicação da grande glória que há de ser revelada em nós, das coisas que Deus literalmente derramará sobre o Seu povo. Deus está fazendo com que atravessemos muitas coisas, e precisamos ter fé que Ele está conduzindo muitos filhos à glória. Ainda não se manifestou o que havemos de ser, mas sabemos que seremos semelhantes a Ele, pois O veremos como Ele é (1 João 3:2).

Bem depressa estaremos nos vendo diante de inúmeras coisas no curso do programa divino. Estamos bem no começo da parousia, a época da presença do Senhor. Este é um período em que muitas coisas acontecerão, inclusive a grande revelação de nosso Senhor - a primeira ressurreição -, a prisão de Satanás, a destruição dos principados e potestades no fim da grande tribulação, e a manifestação e invasão do Reino em todos os campos e em todas as nações.

Estamos Agora Vivendo Numa Época De Eras Sobrepostas

Nós estamos agora vivendo numa época de eras sobrepostas. Isto acarreta uma grande confusão para os cristãos que querem analisar os acontecimentos e arranjá-los ordenadamente em suas mentes, concluindo que, como foi nas eras passadas, assim é agora.

Quando Deus começa a operar, Ele pode fazê-lo de uma forma durante 100 anos, mas, no Novo Testamento, a operação durou cerca de uma geração. A queda de Jerusalém e a destruição do Templo foram sinais de Deus para todo o mundo. A carta aos Hebreus foi dirigida ao mundo cristão cerca de um ano antes de tudo aquilo acontecer, e recordava os crentes que eles tinham uma aliança melhor, um Templo melhor, um santuário melhor, promessas melhores e o sangue que fala de coisas superiores ao de Abel. Tudo indicava para isso: “Preparem-se, porque vocês não devem mais olhar para Jerusalém. Vocês não podem mais ser meio-desmamados, adorando em parte sob a Lei de Moisés e em parte sob a graça de Deus em Cristo Jesus. Deus dará um fim a tudo isso.”

Por todo o Império Romano os apóstolos entravam nas sinagogas nos Sabbaths e falavam para pessoas que amavam a Deus, para pessoas que estavam avançando em Deus e sobre quem o Espírito de Deus repousava. Contudo, durante uma geração, Deus, em Sua misericórdia, prolongou a sobreposição - até que chegou um momento quando Ele lhes disse: “Saiam de Babilônia. Saiam do que é velho. A velha aliança está acabando. Recebam a coisa nova que está para surgir.”

Como Viver Neste Período de Eras Sobrepostas

Nesta época de eras sobrepostas, bem-aventuradas são as pessoas que têm o Espírito Santo e a revelação dentro de si para perceber que o Reino de Deus está vindo, que nosso Senhor Jesus Cristo está voltando. Estes são como aqueles a quem Pedro clamou no dia de Pentecostes: “Salvem-se desta geração perversa. Saiam das muletas desta época.” Prepare-se para o Reino. Prepare-se para as coisas que Deus tem. Comece a sintonizar nelas. Você não é filho da noite para estar embriagado e adormecido. Você é um filho da luz, e deve despertar dentre os que dormem e se levantar dentre os mortos. Esteja cingido e pronto para a época que está adiante de você.

 Esta era sobreposta requer que você não julgue nada segundo as aparências, pois o inimigo poderia fazer você crer que a situação é terrível (Lucas 21:34-36). Ela só é terrível para os que vivem no tempo antigo, não para os que vivem no atual. Mas nós podemos escolher em que era queremos andar. Queremos ser partici pantes dos poderes da era futura, ou queremos nos manter agarrados a uma época moribunda?

Vamos ser redimidos desta época presente

Precisamos encontrar no Senhor mais do que apenas graça suficiente para nos ajudar a aguentar até o fim. Ajude-nos, Senhor, a sermos projetados diretamente neste dia que se aproxima. A batalha é muito intensa para todos os que estão sintonizados nesta visão. O inimigo está retendo todo o controle que ele pode ter sobre o sistema econômico, etc., mas sabemos que o Senhor vai destruir tanto a Babilônia religiosa quanto a comercial. Vamos ser redimidos desta época presente e da sua influência sobre nós. Vamos nos livrar das mãos dos servos de Mamom. O dinheiro e as finanças serão liberados para o trabalho missionário e para as coisas que sobrevirão. Nós não vamos viver numa nova era nos submetendo às opressões e restrições da antiga; nós cremos que Deus pode nos libertar. A Palavra de Deus fala de homens, no passado, que fizeram isto, e nós estaremos entre eles. Nós precisamos adentrar no Reino, não com obras mortas, mas com uma fé verdadeira.

Os livros de Gênesis, Hebreus e Judas nos falam que, pela fé, Enoque andou com Deus. Isto não aconteceu só com ele. Ele creu e andou com Deus. Pela fé ele foi trasladado para não ver a morte. Ele havia visto o Senhor vindo com miríades de Suas hostes, e ficou tão emocionado com aquilo, que pensou: “Seria bom ser tomado no Espírito e estar com o Senhor.” Ele olhou para todas aquelas eras entre a sua e o cumprimento da profecia e disse: “Ah, não! Eu não nasci 6.000 anos adiantado. Pela fé eu vou crer.” E, bem no início da História humana, ele creu em tudo o que Deus podia lhe dar.

 Você não precisa estar sujeito à época em que vive. Você pode se levantar e participar de qualquer época que deseje. Jesus disse, a respeito de Abraão: “Ele se alegrou ao ver o Meu dia. Ele o viu e se regozijou.” Ele não gostava da época em que estava vivendo. Ele queria viver na época em que Jesus estaria aqui na terra. O Senhor disse: “Antes que Abraão fosse, Eu sou. Ele Me conheceu e andou Comigo.”

Eu quero viver agora mesmo, mas também quero participar de todas as coisas que estão por vir. Eu quero ouvir os guinchos e os lamentos dos demônios indo para o abismo; eu quero escutar o lamento e o suspiro de uma era que fenece - e as obras dos homens se desintegrarem e virem abaixo. Eu quero ver isto. Eu quero ouvir o som de trombetas resplandecentes num novo alvorecer, e ver o Filho de Deus Se levantando, como o sol ao nascer, quando vier para os Seus santos encontrar seus corações e plantar neles os princípios do Reino que está por vir - uma forma de viver em que Cristo é Senhor e Soberano absoluto - quando Ele começar a manifestar o Seu Santo Corpo, entretecido, moldado e ligado, compactado pelo amor de Deus.

Eu quero fazer parte desse exército cujas fileiras não se desfarão, e no qual ninguém empurrará ao outro. Eu quero estar alerta. Eu quero sintonizar meus ouvidos. Eu quero ouvir as coisas que Deus tem a dizer, pois Ele está falando na terra hoje como não falava há muitos séculos. Bendito seja o nome do Senhor!

Agora é a Hora de Receber o Reino e Falar a Palavra

O que faremos nesse ínterim? Abandone esta velha era e receba o Reino. Fale a Palavra do Senhor. Um anjo foi até os apóstolos, os tirou da prisão e lhes disse para irem ao Templo e falarem às pessoas todas as Palavras desta vida (Atos 5:19, 20) - e eles falaram a Palavra de Deus ao povo. Por todo o livro de Atos, nós lemos: “Eles falaram a Palavra do Senhor…”, “E a Palavra do Senhor crescia…” Nós podemos fazer isto também, pois isto é tão verdadeiro agora, como sempre o foi. Deus dá uma revelação e permite que os Seus servos se levantem e profetizem o que Ele lhes revelou, fazendo com que aquilo aconteça. É um privilégio glorioso para nós, que somos tão insignificantes, abalarmos o Universo. Nós simplesmente profetizamos uma Palavra que inicia uma vibração que abala todas as coisas. É maravilhoso que Deus Se agrade em anunciar a Sua Palavra através destes vasos de barro!

Fale a Palavra do Senhor. Entre na torrente de tudo o que Ele tem para você. Inúmeras coisas estão destinadas para esta época, e eu tenho uma opinião vigorosa a este respeito: faça-as acontecer! Satanás não está querendo um encontro prematuro com Aquele que o matará com o resplendor da Sua vinda. Nós ainda não imaginamos como Satanás é fanfarrão, nem quanta autoridade existe no nome de Jesus. Fale a Palavra do Senhor! Profetize-a! - pois estas coisas já estão para acontecer!

As nossas forças são tão pequenas! O único conhecimento que tem valor é que tudo já está na obra consumada de Cristo, no precioso sangue de Jesus e na autoridade do Seu nome - e nós O exaltamos. Nós profetizamos e oramos e cremos, e não porque estejamos lutando por uma posição de vitória. Nós não estamos nos elevando do lodo e do esterco para nos tornarmos mais que vencedores - nós já somos mais que vencedores! Em Cristo nós nascemos livres, vitoriosos, vencedores; e tomamos posse de todas essas coisas. Nós não contendemos, exceto para ver a manifestação dessas coisas, pois estamos partindo de uma posição de vitória, assentados com Cristo em lugares celestiais.

Ó, Mestre, opere em nós. Salve-nos desta geração corrompida e perversa. Salve-nos da sua maneira de pensar. Salve-nos também dos seus crentes indiferentes e mornos. E tampouco há razão porque devamos ter muita compaixão deles; Ele está para vomitá-los de Sua boca (Apocalipse 3:14-19). Deus não permita que Ele deteste as nossas almas por não sermos nem frios nem quentes. Nós não vamos andar dessa forma diante do Senhor. Há algo de distorcido na mente das pessoas que as leva a se apegar à observâncias religiosas apenas o suficiente para manterem sua consciência leve e salvarem as aparências diante de Deus. Eles bem que poderiam se esquecer desta maneira de agir, pois o que lhes espera nada mais é do que tribulação e juízo.

Faz-se violência ao Reino dos céus. Vamos ser violentos para com nossos próprios corações e destruir a indiferença e a passividade como nunca fizemos antes. Vamos recusar, de todas as formas, ser nada menos que ferro em brasa, cristãos abrasados, amando uns aos outros com um coração puro, e fervorosamente permanecendo unidos. Não tenha medo de dar sua própria vida para conseguir isto.

Nós não podemos nos tornar cautelosos de uma hora para outra. Precisamos viver tementes diante do Senhor, e não impedidos pelo medo de perseguição ou mesmo de martírio. Se você for martirizado, as perspectivas serão as de que você logo será ressuscitado. Com o que você está preocupado? Dificilmente você descansará antes de se encontrar bem no foco do campo visual do Reino! Portanto, viva assim: busque o Reino com tudo o que há em você. Este é o dia que o Senhor fez. Regozije-se nele! Alegre-se!

Em sua mente, não jogue tudo para o futuro. Cada dia nos dá a sensação renovada de que somos filhos eleitos de Deus, mais do que em qualquer outra geração que já existiu. Você pode fazer a vontade de Deus nesta hora. Você pode declarar a Palavra do Senhor. Filhos e filhas, profetizem! Velhos, tenham sonhos! Jovens, tenham visões! Preparem-se: vai chover!

Derrame o Seu Espírito, Senhor, sobre toda a carne. Nós estamos preparados, em nossos espíritos, para as coisas que estão diante de nós.

Palavra Vivente
Reino Net

 

voltar para Ensinos do Reino

left show tsN fwR normalcase|left tsN fwR uppercase bsd b01s|left show fwR uppercase bsd b01s|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase b01 bsd|login news fwR uppercase c05|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase bsd b01|content-inner||