Lição 06: A Videira e Os Ramos

Esta lição é também uma das verdades fundamentais em que devemos confiar e seguir para uma vida abençoada. Por um tempo estudamos somente partes do décimo quinto capítulo do Evangelho de João, mas seria uma fonte de bênçãos estudar todo o capítulo ao longo desta lição. Este capítulo trata do relacionamento de amor do Pai para com os cristãos, e nos impulsiona a uma fé maior em Deus, enquanto O amamos e O seguimos. Leiamos a Palavra de Jesus:

“... Eu sou a videira verdadeira, e meu Pai é o agricultor. Todo ramos que, estando em mim,  não der fruto, ele o corta; e todo o que dá fruto, limpa, para que produza mais fruto ainda. VÓS JÁ ESTAIS LIMPOS, PELA PALAVRA QUE VOS TENHO FALADO; PERMANECEI EM MIM, E EU PERMANECEREI EM VÓS. COMO NÃO PODE O RAMO PRODUZIR FRUTO DE SI MESMO, SE NÃO PERMANECER NA VIDEIRA; ASSIM NEM VÓS O PODEIS DAR, SE NÃO PERMANECERDES EM MIM. EU SOU A VIDEIRA, VÓS OS RAMOS. QUEM PERMANECE EM MIM, E EU, NELE, ESSE DÁ MUITO FRUTO; PORQUE SEM MIM NADA PODEIS FAZER. Se alguém não permanecer em mim, será lançado fora à semelhança do ramo, e secará;e o apanham,  lançam no fogo e o queimam. SE PERMANECERDES EM MIM E AS MINHAS PALAVRAS PERMANECEREM EM VÓS, PEDIREIS O QUE QUISERDES, E VOS SERÁ FEITO” - João 15:1-7.

“SE GUARDARDES OS MEUS MANDAMENTOS, PERMANECEREIS NO MEU AMOR; ASSIM COMO TAMBÉM EU TENHO GUARDADO OS MANDAMENTOS DE MEU PAI, E  NO SEU AMOR PERMANEÇO. TENHO-VOS DITO ESTAS  COUSAS  PARA QUE O MEU GOZO ESTEJA EM VÓS, E O VOSSO GOZO SEJA COMPLETO” - João 15:10,11.

“...A FIM DE QUE TUDO QUANTO PEDIRDES AO PAI EM MEU NOME, ELE VÔ-LO CONCEDA.” (João 15:16b).

Como todo o capítulo não está escrito aqui, tentamos trazer alguns pensamentos a você, que o ajudarão em nossa busca por um relacionamento mais pleno com Deus. Quando estudamos a Palavra de Deus, descobrimos que existe só uma única igreja verdadeira e que ela é constituída daqueles que confiam em Cristo para a sua salvação. É o que Jesus chamou de “nascer de novo” (João 3:3; João 1:12-13). Existem muitas igrejas e crenças conflitantes hoje, mas somente uma única e verdadeira Igreja. Com isto, não quero dizer que você só é salvo, se pertencer a uma determinada denominação. Não, os convertidos em todas as denominações que têm a fé redentora, são os “nascidos de novo.” A igreja é maior do que qualquer muro denominacional que os homens possam construir. Nós não nos “ajuntamos” à igreja de Cristo, “nascemos” nela. Você talvez conheça alguns que são membros de várias denominações e que não são cristãos, da mesma maneira que conhece bons cristãos em muitas denominações. Devemos ser cuidadosos em lembrar que a igreja de Cristo é UMA, tanto quanto os fiéis e Cristo são UM. No relato da Videira e dos Ramos, lemos que Jesus é a videira - a fonte de nossa vida e força – e que somos os ramos, ORDENADOS POR DEUS PARA DAR O FRUTO DE DEUS A ESTE MUNDO.

A vida cristã não deve ser uma luta ou um esforço. De fato, o ramo tem de “tentar” ser parte da árvore? De maneira alguma. Simplesmente lançamos nossos desejos em Deus: “...Deus é quem  efetua tanto o querer como o realizar, segundo sua boa vontade”  - Filipenses 2:13.

O filho de Deus está intimamente conectado com Deus, como um ramo com a videira. Um ramo morto não recebe mais alimento e força da árvore – assim, um cristão morto é alguém que não dá mais fruto porque não recebe sua força e poder de Deus.

Observe que somos limpos através da Palavra de Deus (Jesus disse isto em João 15:3), pois nela estão reveladas as promessas e o poder de Deus. Não é possível “darmos frutos” ou produzirmos as bênçãos de Deus por nós mesmos; na verdade, “sem ele, você  nada pode fazer” (João 15:5).

Então, somos advertidos de novo a respeito das condições a serem preenchidas, para que “...Pedireis o que quiserdes, e vos será feito” - João 15:7. Jesus nos disse que: (1) devemos permanecer n’Ele e (2) Suas palavras devem permanecer em nós.

Como podemos estar n’Ele e Suas palavras estarem em nós? Da mesma maneira como o ramo permanece na árvore e a seiva da árvore permanece no ramo. Não há luta para “ser um ramo” – é um lugar de confiança e fé. Por isto, a vida do cristão deve ser marcada por sua “AUSÊNCIA DE LUTA”, pois há uma confiança absoluta em Deus.

Davi falou da grande importância da Palavra de Deus habitando em nossos corações: “Guardo no coração as tuas palavras, para não pecar contra ti.”  (Salmo 119:11).

Jesus proclamou: “...não só de pão viverá o homem, mas de toda palavra que procede da boca de Deus” - Mateus 4:4b.

Espiritualmente, em qualquer situação, nossas vidas dependem de Cristo, como está indicado na frase de Paulo:  “...nos gloriamos em Cristo ” (Filipenses 3:3).

Isaías declarou: “Tu, Senhor, conservarás em perfeita paz aquele cujo propósito é firme; porque ele confia em ti”  - Isaías 26:3.

Esta posição de confiança sem reservas em Deus nos dá um poder indizível, que está em completo desuso pelos cristãos hoje. Observe as palavras de Jesus em Mateus 28:18-20:  “Jesus, aproximando-se, falou-lhes, dizendo: Toda a autoridade me foi dada no céu e na terra. Ide, portanto, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo; ensinando-os a guardar todas as cousas que vos tenho ordenado. E eis que estou convosco todos os dias até à consumação do século.”

Porque tem todo o poder do universo, Jesus nos estimula a prosseguir com a Palavra de Deus, sabendo que Ele suprirá o poder para confirmar a Palavra, e os sinais seguirão aos que crêem (Marcos 16:17-18). Aqui está uma prova bíblica da vontade de Deus em abençoar hoje. Deus não mudou e não muda. De fato, somos ensinados a considerar o tema da pregação e a ouvir o ministério ou mestre que ensina:

“Jesus Cristo ontem e hoje é o mesmo, e o será para sempre”  -Hebreus 13:8.

Em João 15:10 observamos que Jesus disse que, “se guardamos Seus mandamentos, podemos permanecer em Seu amor. Eu nunca ouvi falar destas bênçãos alcançando o desobediente. Por isso, devemos ter diligência para “conhecer e fazer Sua vontade” - João 13:17.

Jesus nos diz que falou estas três coisas por uma razão - PARA QUE NOSSA ALEGRIA SEJA PLENA, OU ABSOLUTAMENTE COMPLETA. Ele quer nos abençoar e nos fazer cheios de alegria nesta vida. Ele não quer dizer que devamos estar desapontados com muitos problemas sem solução. Neste capítulo, Jesus nos chama de amigos se obedecermos a Ele (João 15:14). Temos a mesma intimidade com Deus que Abraão tinha, aquele que foi chamado o amigo de Deus (Tiago 2:23). Estas verdades são o SEGREDO DA COMUNHÃO COM DEUS. Que possamos orar por sabedoria e direção para saber como aplicá-las a nossas vidas.

Existe uma parte em João 15:16 que não podemos omitir: “...tudo quanto pedirdes ao Pai em meu nome, Ele vo-lo conceda.”

Quando alcançarmos esse lugar de fé, com nossas orações na vontade de Deus e recebendo o melhor dos céus para nossas vidas, então, com certeza, estaremos produzindo o fruto de Deus. Esta é a maneira de Deus mostrar ao mundo a abençoada confiança n’Ele. Quando alcançamos este lugar de bênção, é surpreendente quão rica, plena e completa a vida se torna.

REVISÃO DA LIÇÃO

1. Você pode explicar o que Jesus queria dizer com “a Videira e os Ramos”?
2. Memorize João 15:7.
3. Que duas coisas Jesus disse que devemos fazer antes de nos dar o que desejamos?

Palavra Vivente
Reino Net

 

voltar para Doze Chaves

left show tsN fwR normalcase|left tsN fwR uppercase bsd b01s|left show fwR uppercase bsd b01s|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase b01 bsd|login news fwR uppercase c05|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase bsd b01|content-inner||