Lição 04: Senhor, Ensina-nos a Orar - Parte I

Temos estudado os desafios de Deus para crermos em Suas promessas e clamarmos por Suas bênçãos. Descobrimos que por fé somos filhos queridos de Deus com privilégios indizíveis na família d’Ele (lição 02). Na lição anterior, estudamos versículos impressionantes, nos mostrando que Deus quer que tenhamos atendidos os desejos dos nossos corações.

Compreendendo que todas estas coisas são para nós, suplicantes dos sorrisos de Deus, devemos começar a corrigir os erros e faltas de nossas vidas e das nossas orações; depois, então,devemos  estudar as promessas bíblicas para as bênçãos espirituais, tais como as que os homens de Deus nos tempos antigos desfrutaram. Queremos edificar a fé para a saúde divina, para a prosperidade financeira, para a vitória sobre vícios prejudiciais, e para a felicidade interior. Entre outras coisas, queremos ter uma personalidade semelhante à de Cristo; precisamos de poder interior e precisamos aprender a viver em constante confiança em Deus.

Quais são as instruções de Deus para a adoração verdadeira? Qual é Sua vontade para nossa própria vida? Estas são perguntas que cada um de nós quer que sejam respondidas. Estamos lutando por uma fé infantil que agrada a Deus e elimina a preocupação e a ansiedade que são contrárias à fé. Outra verdade que conhecemos muito pouco é sobre os privilégios dados pelos céus, através do nome de Jesus.

Quando estudarmos, crermos e aplicarmos essas verdades mencionadas acima, você ficará emocionado nas lições seguintes a respeito da literalidade das promessas de Deus. Você terá uma nova confiança para clamar a plenitude de Suas bênçãos.

Estudaremos diligentemente as condições simples que devemos reunir para termos as orações respondidas. O propósito é obter rapidamente a chave para as bênçãos ainda não desfrutadas da Palavra de Deus. Este não é um novo credo ou religião; estamos lutando para edificar sua fé e não para mudá-la. Queremos edificá-la na própria Bíblia, a Palavra do Deus vivo, para que você creia agora. Talvez essas lições sejam verdades e pensamentos que você tenha ouvido antes, verdades que são tão antigas quanto Deus. Buscamos fazê-las reais para você despertar a sua fé. Os cristãos, muitas vezes, saem da rota principal das bênçãos de Deus; esta é uma luz para apontar o caminho de volta. Muitos cristãos zelosos hoje necessitam da ajuda de Deus de muitas maneiras. Alguns me ajudaram a ter uma fé maior, e muitas orações foram respondidas quando descobri onde eu tinha falhado na adoração. Estas verdades pertencem a você como filho de Deus. Eu confio que a lição sobre a oração, a seguir, será uma ajuda para você.

NOSSAS ORAÇÕES AGRADAM A DEUS

Você já desejou fazer como Maria de Betânia e ungir o Senhor com um precioso perfume? Eu suponho que todo cristão já desejou, em algum tempo, poder trazer para Ele os mesmos preciosos presentes como os magos fizeram no Seu nascimento. Você pode, pois Apocalipse 5:8 nos fala das taças de ouro cheias de incenso - doce perfume para as narinas de Deus - que são as orações dos Santos. Também em Apocalipse 8:3-4 lemos que nossas orações sobem diante do Senhor como perfume suave para Ele. Seguramente, "os olhos do Senhor repousam sobre os justos, e os seus ouvidos estão abertos ao seu clamor. Clamam os justos, e o Senhor os escuta e os livra de todas as suas tribulações."(Salmo 34:15, 17).

Quando percorremos as páginas da Bíblia repetidamente lemos a respeito do eterno cuidado do nosso Pai pelos seus filhos. Ao conhecer o amor de Deus, não devemos, pois, como discípulos de Cristo, clamar a Ele? “SENHOR, ENSINA-NOS A ORAR...”  -Lucas 11:1.

Não sei se existe alguma necessidade maior entre os fiéis sinceros hoje. As orações de uma grande porcentagem de cristãos são ineficazes porque não aprenderam a orar. Vamos ler as instruções de Jesus a respeito da oração:

"E, quando orardes, não sereis como os hipócritas; porque gostam de orar em pé nas sinagogas e nos cantos das praças, para serem vistos dos homens. Em verdade vos digo que eles já receberam a recompensa. Tu, porém, quando orares, entra no teu quarto, e, fechada a porta, orarás a teu Pai que está em secreto; e teu Pai, que vê em secreto, te recompensará. E, orando, não useis de vãs repetições, como os gentios; porque presumem que pelo seu muito falar serão ouvidos"  Mateus 6:5-8.

Eu me pergunto se estamos sempre conscientes de que Deus está conosco onde  estivermos e de que Ele sabe o número de cabelos da nossa cabeça. Sim, Ele sabe do que precisamos, mesmo antes de  pedirmos a Ele. Se, então, Ele conhece as nossas necessidades,  devemos ser mais ousados em pedir por elas. Não são necessárias orações longas, piedosas, com palavras habilmente elaboradas. Não é necessário repetir o seu pedido insistentemente. O Senhor adverte contra vãs repetições; de fato, elas mostram uma falta de fé, pois, se cremos em Deus, não devemos pedir de novo. Orações longas não têm prioridade nos céus; nosso muito falar não é necessário. Somente ore algumas vezes; dê graças por suas bênçãos continuamente e em oração compreenda que a oração é um diálogo com seu Pai nos Céus. Como Jesus ensinou aqui, é sempre bom ter um lugar solitário,  um lugar reservado onde você possa se isolar do resto do mundo com todo o seu barulho e movimentação e estar a sós com seu Pai. Encontre-O em lugar secreto e sua bênção será algo que você poderá gritar do telhado de sua casa.

Podemos aprender muito também sobre oração no ensino de Jesus à mulher samaritana. Ela disse: "Nossos pais adoravam neste monte; vós, entretanto, dizeis que em Jerusalém é o lugar onde se deve adorar. DISSE-LHE JESUS: MULHER, PODES CRER-ME, QUE A HORA VEM, QUANDO NEM NESTE MONTE, NEM EM JERUSALÉM ADORAREIS O PAI. MAS VEM A HORA, E JÁ CHEGOU, QUANDO OS VERDADEIROS ADORADORES ADORARÃO O PAI EM ESPÍRITO E EM VERDADE; PORQUE SÃO ESTES QUE O PAI PROCURA PARA SEUS ADORADORES. DEUS É ESPÍRITO; E IMPORTA QUE OS SEUS ADORADORES O ADOREM EM ESPÍRITO E EM VERDADE" - João 4:20, 21, 23 e 24.

Não temos de nos voltar para o oriente, quando estivermos orando, como os judeus faziam, nem fazer como os samaritanos, que indicavam que as orações deviam ser feitas naquela montanha em particular. Jesus nos ensina a verdade de que Deus é onipresente e que Ele ouve as orações e clamores dos seus filhos onde quer que estejam. Nos tempos do Antigo Testamento, os homens oravam muitas vezes no templo onde levavam as suas ofertas. Mas os ensinamentos de Jesus nos mostram que a hora vem em que os verdadeiros adoradores adoram em espírito e em verdade, em outras palavras, sinceramente, de coração. Como são abençoadas as palavras de Jesus de que o Pai está buscando tal adoração.

Todos os dias e em todos os lugares você pode estar em sintonia com Deus. Ore a partir do seu coração: você pode nem sequer falar sua oração em voz alta alta, mas somente dirija-a para Deus, em nome de Jesus, do seu coração, e isto é suficiente. Esta afinal é a verdadeira adoração que todos procuram.

Palavra Vivente
Reino Net

 

voltar para Doze Chaves

left show tsN fwR normalcase|left tsN fwR uppercase bsd b01s|left show fwR uppercase bsd b01s|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase b01 bsd|login news fwR uppercase c05|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase bsd b01|content-inner||