MINISTÉRIOS - CV

Conferência de Presbíteros Convocados e Equipe Apostólica

Uma Exortação Profética para Falarmos a Palavra do Senhor com Humildade

Extraído de GUERRA CONTRA A PALAVRA - Parte 2

A) Nestes dias de batalha, a Palavra do Senhor na boca dos humildes é que prevalecerá. Os mansos é que herdarão a terra.

Filhos de Israel, não tem o Senhor colocado Sua Palavra em suas bocas? Não disse o Senhor: "A ninguém julgo, mas as Palavras que Eu falo julgarão todos os homens no final dos tempos"? O final dos tempos é chegado e as Palavras do Senhor em suas bocas serão o julgamento de Deus para toda a terra. Vocês profetizarão, e o que profetizarem se cumprirá. Vocês profetizarão e Ele levantará um pequeno remanescente e o estabelecerá diante Dele. Vocês profetizarão e as hostes de Babilônia se renderão – e aí o Senhor trará um fim à vaidade e à arrogância do homem.

Não perguntem em seus corações "O que é Babilônia?" Vocês sabem que Babilônia é a arrogância do coração do homem contra Deus. Nestes dias de batalha, a Palavra do Senhor na boca dos humildes é que prevalecerá. Os mansos é que herdarão a terra.

B) Humilhem-se diante do Senhor e preparem seus corações.

Não busquem uma posição, nem procurem ser exaltados, mas humilhem-se debaixo das mãos do Senhor. Se assim fizerem, o Senhor os preservará e os usará como Seus instrumentos. Ele fará de vocês uma arma poderosa que derrubará montanhas. Ele destruirá todas as coisas que têm se levantado arrogantemente para desafiar Seu nome e rejeitar Seu Filho. O Senhor reinará na terra novamente e derrubará o arrogante e o orgulhoso.

Humilhem-se diante do Senhor e preparem seus corações. Andem diante do Senhor em humildade de espírito como Jeremias. Humilhem-se diante do Senhor e vocês serão preservados. Façam com que haja em seus corações algo que os levem a desejar ardentemente andar com Ele e buscar Sua face. Busquem o Seu conselho e a Sua sabedoria. Peçam ao Senhor que os guiem. Caminhem com Ele dia após dia. Deixem que Ele os dirija. Deixem que o Senhor vá adiante de vocês e os levem pelo caminho que vocês devem andar, como soldados no exército do Senhor.

C) Seremos responsáveis por esta Palavra que o Senhor tem colocado em nossos corações.

Que não haja relutância em seus corações e que seus espíritos não retrocedam por causa das adversidades. Vocês não chegaram até aqui para olhar a montanha e morrer de medo.

Não sejam levados pela ilusão, nem mesmo pela ilusão de suas próprias fraquezas, mas olhem para o Senhor que é a força e a torre forte – e vocês dirão em seus corações: "É o Senhor que nos capacita e nos levanta. Nós não pereceremos no caminho, pois estamos buscando a vontade do Senhor. Se falarmos a Sua Palavra, prevaleceremos por causa dessa Palavra. Se falharmos e não falarmos a Palavra, ela será, então, para nosso próprio julgamento. Seremos responsáveis por esta Palavra que o Senhor tem colocado em nossos corações."

Vocês serão a voz de Deus e falarão a Sua Palavra. Vocês se levantarão em nome do Senhor e, com grande arrependimento em seus corações, repreenderão sua própria relutância para se moverem no fluir de Deus. Vocês libertarão a si mesmos do retraimento e da rebeldia.

D) Nestes dias de batalha, a Palavra do Senhor na boca dos humildes é que prevalecerá. Os mansos é que herdarão a terra.

Vocês farão violência àquelas coisas que têm impedido o fluxo de Deus para que a terra seja cheia do fluir da Palavra Dele. Vocês farão com que a Palavra de Deus se transforme numa onda poderosa que varrerá o refúgio da mentira no qual os homens têm acreditado. Esta onda poderosa derrubará os muros da Babilônia onde muitos têm se recusado a obedecer a Palavra e têm resistido ao mover de Deus, dizendo: "Nós não seremos derrotados, mas derrotaremos o que Deus está trazendo à luz na terra."

Será destruída, no povo de Deus, toda a arrogância. Vocês profetizarão contra essa arrogância, pois verão como a incredulidade e a arrogância dos homens, em seus próprios caminhos, aborrecem ao Senhor. Ele destrói os arrogantes e orgulhosos e exalta os humildes e quebrantados, dizendo: "Avancem e declarem a Minha Palavra." Eles irão e falarão a Palavra do Senhor – e ninguém a contestará, ninguém que se levante contra ela prevalecerá.

Nestes dias de batalha, a Palavra do Senhor na boca dos humildes é que prevalecerá. Os mansos é que herdarão a terra.

E) Nada se levantará para tomar a glória do Senhor.

Durante estes dias, haverá o despontar do ministério de Jeremias na terra. Haverá um povo que não amará suas vidas, mesmo até à morte. Em sua dedicação em seguir o Cordeiro onde quer que Ele vá, eles se tornarão os canais através dos quais Deus trará julgamento sobre a terra, bem como Suas bênçãos. Haverá profecias e Palavras contra qualquer coisa que se levante contra o remanescente de Deus.

O temor do Senhor estará presente na terra. A língua que zomba será calada, e os corações arrogantes serão desapontados. Os homens não mais pisarão as cabeças do povo de Deus, mas Ele os levantará. Se vocês andarem com humildade diante de Deus, ninguém será capaz de derrubá-los. E ainda que não busquem uma posição, o Senhor os estabelecerá. Aqueles que buscarem uma posição não a encontrarão, pois não haverá lugar para eles. Mas aqueles que se humilharem diante do Senhor, o Senhor os estabelecerá diante de Sua face e eles prevalecerão. Tudo o que tocarem prosperará e cada profecia se cumprirá.

F) Eu os guiarei no caminho que escolhi para vocês.

Quem será capaz de impedir aquilo que o Senhor tem trazido à luz na terra? O Senhor tem trazido à luz este remanescente, preparando-o bem e sondando os seus corações. Deus tem feito este povo enfrentar aquilo que eles precisam realmente enfrentar para terem seus corações preparados. A carne tem passado pela obra da cruz e isto continuará a acontecer. Nada se levantará para tomar a glória do Senhor. Nenhuma carne se gloriará diante da presença Dele. O Senhor não usará um canal que pareça muito adequado aos olhos dos homens. Ele usará, porém, as coisas fracas, as desprezíveis e tolas. 

O Senhor os escolheu, ó casa de Israel, não pela excelência de suas virtudes humanas, mas porque Ele pode trazer à luz em vocês a Sus divina natureza. Esta é a razão pela qual Ele os escolheu. O Senhor observou aqueles considerados maiorais, e disse: "A sabedoria deste mundo é loucura para Mim." Mas, a nós, Ele tem nos trazido a um lugar onde Ele diz: "Eu os tenho abençoado e levantado, e estabelecerei o Meu caminho para que os seus pés Me sigam. Eu os guiarei no caminho que escolhi para vocês."

Vocês andarão humildemente diante do Senhor e Ele colocará um fim à escravidão de Sião. Ele trará à luz a Sua vontade em suas vidas e não serão mais chamados de desolados, abandonados, saqueados e estéreis. Ó Sião, tu serás como uma árvore frutífera na vinha do Senhor. Vocês florescerão diante da face do Senhor e darão frutos para Deus. Vocês prevalecerão no dia das trevas porque haverá luz sobre vocês. E, nos dias em que os corações dos homens estiverem desencorajados, vocês encontrarão repouso no coração de Deus. O Senhor será para vocês refúgio, força e torre alta. Vocês verão muitos caírem à sua direita e à sua esquerda, mas vocês não serão atingidos.

Ó casa do Senhor que tem vivido em Sua presença e habitado debaixo de Sua sombra, que tem feito de Sua Palavra seu refúgio e fortaleza, gozo e alegria para o seu coração, vocês serão os porta-vozes do Senhor. 

 

 

 

ESCALA DE INTERCESSÃO ENTRE OS MINISTÉRIOS CONVOCADOS

Quem

Orar por

Sebastião e Arlene

Paulo Cesar e Mariney

Paulo Cesar e Mariney

Peri e Irene

Peri e Irene

Arthur e Anelise

Arthur e Anelise

Paulo Barreto e Miriam

Paulo Barreto e Miriam

Mauricio e Ilza

Mauricio e Ilza

Wagner e Arlene

Wagner e Arlene

Osvaldo e Ondina

Osvaldo e Ondina

Domingos e Ginete

Domingos e Ginete

Sebastião e Catarina

Sebastião e Catarina

Mauricio e Nivalci

Mauricio e Nivalci

Florisvaldo e Alda

Florisvaldo e Alda

Delismar e Lucilene

Delismar e Lucilene

Joezer e Joana

Joezer e Joana

Fabiano e Suelma

Fabiano e Suelma

Marinho e Angelica

Marinho e Angelica

Joabe e Vasti

Joabe e Vasti

Gilberto e Vitalina

Gilberto e Vitalina

Dario e Liziane

Dario e Liziane

Adilson e Cristina

Adilson e Cristina

Sebastião e Arlene

 

 

“Operação Marcha de Jericó” (OMJ)Estimulando a Nossa Fé(Exemplos de Guerra na Bíblia)Benedito BorgesBelo Horizonte, MG15 Outubro 2007Introdução:É do nosso conhecimento que a Bíblia, como a palavra de Deus, tem sido a fonte ebase para uma quantidade enorme de leis e princípios que, na verdade, permitem que ascoisas funcionem até mesmo no mundo. Por exemplo: na área sanitária, com relação àlimpeza e eliminação de germes e bactérias, você descobrirá que mesmo antes de se tomarconsciência do mundo microscópio existente, ou mesmo antes de se inventar o microscópio,existem orientações de Deus nas Escrituras para que o homem evitasse certas doenças,desfrutasse de uma vida melhor e com mais saúde. A fossa séptica e a assepsia pelocalor (fogo) já existiam, quando Deus ensinou que o lixo fosse queimado fora doarraial e que os excrementos fossem enterrados. Leia especialmente o livro deLevítico.Com respeito à alimentação, apesar de muitas igrejas se apegarem às orientaçõesdadas como uma doutrina religiosa, na verdade o que vemos é Deus como o Criadoraconselhando aquilo que é o melhor para que mantenhamos uma vida mais saudável, paraum período maior de vida. Afinal, Ele nos fez e Sua Palavra, a Bíblia, é como ummanual para uso adequado do nosso corpo. Ouça de novo a palavra “O que élongevidade”.Você se surpreenderá ao ver que as leis que regem uma boa parte dos direitos eresponsabilidades, bem como as constituições de vários paises (com algumas variações, éclaro), têm sua base nas Escrituras Sagradas, para nós a Bíblia, mesmo queindiretamente.QUER UM POUCO MAIS SOBRE ISSO?Se você puder crer que a Palavra de Deus é a verdade, então vai admitir que,muito antes de se descobrir que a terra é redonda, você lê que O Senhor está assentadosobre a redondeza da terra. Onde está escrito? Em Is. 40: 22.Houve um profeta que viu, há centenas de anos atrás, numa visão espiritual, asgrandes metrópoles dos nossos dias com milhares de carros com suas luzescruzando as ruas e estradas em altas velocidades. Leia Naum 2: 4.Até cinco décadas atrás, qualquer pessoa daria risadas, se alguém usasse aexpressão pele dos dentes, mas, hoje pelo avanço do conhecimento e da tecnologia, aspessoas sabem que o dente tem pele; e aqueles que conhecem as Escrituras foram e estãosendo informados dessa verdade, mesmo antes que a ciência chegue a essas conclusões.Lemos em Jó19: 21:...e salvei-me só com a pele dos meus dentes.Outra coisa, a Palavra diz: que não há novidade sobre a terra, e que tudo queexiste, já existiu bem como aquilo que ainda virá a existir (Ec 3;15) Osarqueologistas encontraram no lugar que se supõe ter sido Ur dos Caldeus (até então Uz),vestígios de que nesse tempo já existia água encanada, sistema de esgotos e, maisinteressante ainda, vidros nas janelas das residências. Você sabe que o livro de Jó é o maisantigo da Bíblia? E que foi escrito antes do Pentateuco? E foi lá que Abrão viveu antes deEstimulando a Nossa Fé (OMJ)(Exemplos de Guerra na Bíblia)2sair para uma terra que Deus iria mostrar-lhe? Encontramos essas referências em.Gn 11:31 e Jó 1: 1. O John lembra em uma das suas palavras que no auge do Egito eles játinham desenvolvido na medicina transplante de córneas. O Adauto acrescenta: ecirurgias cerebrais.Imaginem (pensem comigo): se os governos decidissem administrar através deprincípios e leis baseados totalmente nas Escrituras, por exemplo, com a lei estabelecidanas Escrituras sobre o descanso sabático para a terra (não plantar nada no sétimo ano)deixar a terra descansar, isso seria uma revolução para a agricultura; seriaverdadeira reforma agrária. É possível que talvez fosse dispensável fazer uso deagrotóxicos e fertilizantes, e assim teríamos um alimento mais saudável. O texto,onde se encontra? No livro de Levítico 25; 1-7. E, sobre plantação, existe também umadiscussão que parece não ter fim sobre os alimentos transgênicos. Ainda não sei quem temrazão e nem sei se poderíamos aplicar o que a palavra diz, mas ela é muito clara quandoaconselha a não fazer misturas de sementes. Leia Lv. 19; 19 e Dt. 22; 9, e fique livrepara interpretação. Mas é algo para se pensar!Poderíamos fazer outras referencias, mas acredito que seja o suficiente parafortalecer a idéia de que, nessa batalha que estamos chamando de Operação Marcha deJericó ou O.M.J, estamos incluindo uma viagem a Brasília, para declarar uma palavra dejulgamento e benção sobre o nosso país. Certamente encontraremos base nas Escrituraspara elaborarmos um plano de como faremos isso.ALGUNS EXEMPLOS DE GUERRAS NAS ESCRITURAS.No Antigo Testamento, onde o ensino da Palavra Viva mostra que a batalhaacontecia no nível físico, encontramos exemplos de como o Seu povo obteve vitóriaem várias ocasiões, orientados por Deus. Vamos deixar Jericó e Ai de lado, e lembrarde outras batalhas. O exército de Josafá, por exemplo. Este fato se encontra em II Cr.20. Veja como o exército se posicionou exatamente como Deus havia orientado através dosseus profetas; foi impressionante ouvir a ordem: Ficai parados, nessa batalha o Senhorpelejará por vós (17).Procure se imaginar caminhando com o exército de Josafá, cantando louvores eadorando a Deus, certo de que o Senhor iria cumprir o que havia prometido. Você crê queisso pode já estar acontecendo em relação à Brasília? Vejo que desde o momento queveio a Palavra e que temos sido orientados quanto ao que devemos fazer, Deus jácomeçou a pelejar por nós.Volte à historia e veja o que aconteceu. O rei buscou o Senhor se humilhando (12)e disse: em nós não há força, e não sabemos o que fazer, porém os nossos olhos estãopostos em Ti. Ao que o Senhor respondeu (15); Não temais, nem vos assusteis porcausa desta multidão, pois a peleja não é vossa, mas de Deus. Outra palavraanimadora (17): saí-lhes ao encontro, porque o Senhor é convosco. Se o Senhor éconosco não há nada a temer.No dia da peleja eles se levantaram cedo e partiram para o deserto de Tecoa (20);então Josafá se colocou diante deles e disse; Ouvi-me Judá e os moradores deJerusalém! Crede no Senhor, vosso Deus, e estareis seguros; crede nos seusprofetas e prosperareis. Note, devemos crer no Senhor e nos seus Profetas (EquipeApostólica, Ordem Divina).Será imprescindível que tenhamos fé, pois essa é uma batalha da fé (I João 5; 4)....E essa é a vitória que vence o mundo: a nossa fé.A FÉ VEM PELO OUVIR A PALAVRA DE DEUS.Tenho lido e ministrado sobre essas experiências de lutas e vitórias, pois acreditoque ouvir e meditar sobre elas se torna um estímulo para a nossa fé e confiança no Senhor.Afinal é isso que a palavra diz: A fé vem pelo ouvir a palavra de Deus.De novo, voltando a nossa história: foi ordenado que os cantores com vestesornamentais sagradas fossem à frente do exército (21), louvando a Deus dizendo: Rendeigraças ao Senhor, porque a sua misericórdia dura para sempre.Estimulando a Nossa Fé (OMJ)(Exemplos de Guerra na Bíblia)3O louvor e adoração sempre estarão presentes no coração dos filhos, abrindo ocaminho para as manifestações de Deus, quer estejamos em luta ou não. Veja o que diz overso 22: Tendo eles começado a cantar e a dar louvores, pôs o Senhor emboscadacontra os filhos de Amon e de Moabe e os do monte Seir que vieram contra Judá, eforam desbaratados. A explicação segue mostrando que os inimigos se dividiram e sedestruíram entre si (23). Assim quando chegou o povo de Deus no alto do monte, ao olharpara ver a multidão que estava vindo contra eles, só viram corpos mortos de acordo com overso (24) sem nenhum sobrevivente.Você não alegra saber que é a esse mesmo Deusque servimos?O trabalho que tiveram foi três dias para saquear o despojo, tal era a grandequantidade de objetos preciosos (24). Deus sempre nos surpreende fazendo por nós alémdo que pedimos ou pensamos (Ef. 3:20-21). Que Deus maravilhoso! Não é? Essa históriase encerra dizendo que por um bom tempo Deus deu repouso a Seu povo, por todos oslados, durante o reinado de Josafá, pois a fama de que Deus pelejava por eles fez com queseus inimigos ficassem longe por um longo tempo.Bem, a historia de Josafá termina aqui, mas a nossa está só começando.ENTÃO O QUE FAREMOS?Será que você quer desistir agora? Ou, ouvir sobre as grandes coisas que oSenhor fez no passado traz um novo ânimo para todos? Esse é o objetivo, como diza palavra: à fé vem pelo ouvir, ouvir a palavra de Deus. Rm 10:17.O que vamos fazer com tudo que temos ouvido? Bem podemos ser indiferentes efazer de conta que não é conosco que Deus está falando. Mas, espere um pouco! Vamosassistir a tudo que está acontecendo, e ver que as pessoas que não têm tido umarevelação como nós, estão procurando, de alguma forma, fazer algo para tentar mudar asituação?Como poderemos dormir tranqüilos, sabendo que provavelmente tudo queaprendemos até agora sobre batalha, se usarmos com fé, poderemos mudar situações,circunstâncias e até mesmo esse país? Não podemos esquecer a advertência de Jesus: ..Aquem muito foi dado muito será exigido. Lc 12:48. Provavelmente Deus espera queusemos aquilo que Ele tem colocado a nossa disposição..Oremos:Senhor nos ajude nessa hora, que tenhamos a fé autêntica que de uma vezpor todas foi entregue aos santos (Judas 3). Que confiemos plenamente em Ti eque vejamos o Senhor pelejando por nós, assim como fizeste no passado,Que, enquanto Te adoramos e exaltamos o Teu nome, o Senhor inicie esseprocesso de mudanças que esperamos para o nosso país, a exemplo de comofizeste com respeito ao exército do rei Josafá.AMEM.

Aos Comissionados e Comunidades - 02 “Operação Marcha de Jericó” (OMJ) A Estratégia de Ai (Plano de Guerra) Benedito Borges Belo Horizonte, MG 26 Setembro 2007 Introdução: Na palavra anterior, vimos que uma das coisas que contribuíram para a derrota do exército de Israel contra Ai foi o fato deles terem vindo de uma grande vitória e isso, muitas vezes, traz uma autoconfiança que pode ser prejudicial. Vimos também que, por orientação do Senhor, foi tirado o pecado (a iniquidade) do meio do povo, e então eles puderam obter êxito na batalha. Mas algo que chama a atenção é que houve uma estratégia, ou em outras palavras, um projeto (plano) de batalha. Apesar de parecer muito mecânico, Deus sempre vai exigir que haja ação que corresponda a nossa fé: precisamos tomar iniciativa para que as coisas espirituais tomem forma física; e essa é uma das coisas que o Senhor quer nos ensinar nesses dias (ouça a palavra do mês de setembro 2007- A fé que dá forma a nossa realidade). Se continuarmos lendo o capítulo oito de Josué descobriremos que houve uma orientação do que o povo deveria fazer para vencer o inimigo. OS EXEMPLOS BÍBLICOS PODEM SER ÚTEIS. Segundo Paulo a Timóteo toda a escritura é útil para educar e nos ensinar na prática das boas obras (I Tm 3:16, 17). Isto de certa forma significa também que muitos fatos bíblicos podem servir de exemplo e nos ajudar saber como agir em determinadas circunstâncias. É isso que tenho sentido diante daquilo que o Senhor tem colocado no nosso coração, com relação ao que devemos fazer para ver o Brasil sendo abençoado e se transformar em um verdadeiro celeiro do mundo; não apenas com respeito a alimento natural, mas espiritual. Precisamos ver o Brasil tornando-se uma fonte da Palavra Viva que alimentará os povos como na época do Egito. (Gn. 41: 36 e Am 8: 11,12). A Bíblia sempre será nossa fonte de orientação e certamente será onde encontraremos base para agirmos. A história em questão no capítulo oito de Josué começa com algo fundamental. Lembre-se de que, antes de pelejar contra Jericó, eles receberam a palavra do Senhor dizendo: Olha, entreguei na tua mão Jericó, o seu rei e os seus valentes (Js. 6:2). Quando derrotados por Ai não lemos essa promessa de Deus. Mas agora, após eliminar o pecado (eliminando Acã) no verso um do capítulo oito lemos outra vez a promessa:.....olha que entreguei nas tuas mãos o rei de Ai, o seu povo, e a sua cidade, e a sua terra. Dessa vez o exército se tornou apenas um instrumento para executar uma sentença já escrita, determinada por Deus. Quanto à Operação Marcha de Jericó, temos algo em comum, e vamos fazer exatamente isso, pois a palavra diz: Pede-me e Eu te darei as nações por herança (Sl 2:8); e ainda lemos sobre a tarefa que deverá ser realizada pelos Santos, com louvores nos lábios, espada nas mãos para exercer vingança entre as Nações, meter os seus reis em cadeias e executar a Sentença escrita (já determinada pelo Senhor) e isso será honra para todos os Santos (Salmo 149). Você crê que Deus ama esse país? Crê que podemos, com a autoridade dada pelo Senhor, ir a Brasília e amarrar o valente? Crê que nesse período de orações e declarações proféticas, a proteção dos inimigos está sendo retirada? Isso é o que Deus fez. Os espias quando foram ver a terra prometida pela primeira vez não conseguiram enxergar, pois Deus A Estratégia de Ai (Plano de Guerra - OMJ) 2 já havia retirado de sobre eles a sua sombra (amparo) (Nm. 14: 9).Os inimigos estavam a mercês, nas mãos do povo de Deus. AS COISAS JÁ ESTÃO ACONTECENDO, É SÓ PERCEBER. O que você esta esperando que aconteça? A palavra diz que quando o Senhor restaurou a Sião, o povo ficou como quem sonha e sua boca se encheu de riso (Sl 126: 1- 3). O Senhor está restaurando a Sião (Sua Igreja) e esse é um tempo que devemos sonhar, pois certamente os nossos sonhos se tornarão realidade. Você já ouviu falar várias vezes sobre o gradualismo; esse é um aspecto da fé que precisamos aprender a explorar mais, pois foi assim que homens como Moisés foram abençoados; eles se moveram (agiram) como quem vê o invisível (Hb 11: 27). Voltando ao nosso texto básico, a palavra de Deus dizendo: Já entreguei nas tuas mãos, fez com que o povo entrasse na batalha mais confiante e certo de que o Senhor pelejaria por eles. Esses dias pedi ao Paulo Barreto de Araraquara (e quero que o Lino o ajude), pois ele já começou a fazer isso: procurar verificar os fatos que têm acontecido e que podemos considerar como respostas às nossas orações, e diante disso vamos ver que só pelo fato de nos determinarmos a buscar ao Senhor a favor da nossa pátria, Deus já começou se mover a nosso favor. Há uma palavra pela qual somos incentivados a sonhar com coisas boas, pois há um princípio envolvido nisso: pensar e falar positivamente faz com que os sonhos (as coisas boas) se transformem em realidade. Lembra da palavra “Como imagina sua alma assim ele é ?” (Pv. 23: 7). ORGULHO E SOBERBA FAZEM PARTE DA NATUREZA ADÂMICA. O mesmo sentimento que houve no coração do povo de Deus tomou conta também dos moradores da cidade de Ai; provavelmente eles pensaram: Bem, nós já os derrotamos uma vez e vamos derrotá-los de novo. E, entusiasmados pelo calor do momento, partiram em perseguição ao povo de Deus, deixando na retaguarda a cidade desamparada. Josué já tinha orientado o seu exército a seguir por detrás e invadir a cidade ateando fogo, o que foi feito; assim que todos os homens saíram da cidade em perseguição ao primeiro grupo de soldados e, de acordo com o plano, aqueles que estavam fugindo voltaram ao combate e os inimigos, ao tentarem retornar, encontraram a outra parte do exército e não tiveram para onde fugir; foram totalmente derrotados, conforme a palavra do Senhor (Josué aproveitou esse sentimento que havia no coração deles e estabeleceu um plano baseado nisso). Outra observação que podemos fazer é que agora Josué levou consigo trinta mil soldados e não apenas três mil (nunca devemos subestimar o inimigo). Este é um momento que vamos precisar que todos estejam envolvidos. Tenho recebido e-mails e telefonemas, mesmo daqueles que não foram comissionados, dizendo que são um e que se colocam a disposição para o que precisar ser feito. É gratificante perceber o quanto a nossa unidade tem crescido, e a consciência de que realmente fazemos parte do plano de Deus para o momento em que estamos vivendo. Todos querem contribuir de uma forma ou de outra e isso é maravilhoso. A MECÂNICA FUNCIONA SE HOUVER FÉ. Outra coisa que vamos perceber nesse plano de batalha é que Josué estendeu sua lança, determinando o ataque (Josué 8:18-19) e não retirou a mão que estendera com a lança até haver destruído totalmente os moradores de Ai (26). Essa questão da mecânica funciona desde que haja fé, e, a exemplo de Josué, sejamos persistentes, não permitindo que a coisa esfrie; vamos alimentar essa fome de justiça que está vindo ao nosso coração, creio que impartida pelo próprio Senhor. Sejamos perseverantes, pois certamente colheremos frutos desse nosso trabalho no Senhor. É interessante também observar o verso dez onde diz que Josué logo de madrugada passou em revista o povo. Passar em revista é um termo de guerra que significa A Estratégia de Ai (Plano de Guerra - OMJ) 3 fazer uma revisão para verificar se tudo (vestimentas, armas, etc) está correto (em ordem), e se não está esquecendo de nada. Parece que é para isto que temos sido despertados: fazer uma revisão na nossa vida de comunhão com Deus e com os nossos irmãos. Isso deve incluir uma permissão para que o Espírito de Deus nos sonde e, se houver algo do qual precisamos nos arrepender ou fazer um conserto, que estejamos dispostos a isso. Em janeiro, quando tivermos completado a tarefa que nos tem sido proposta, certamente estaremos mais maduros e mais convictos de que fomos separados pelo Senhor não para escapar do fogo do inferno e ir para o céu, mas para sermos cooperadores com Ele no trabalho de estabelecer o Seu Reino nessa terra. AMÉM!

voltar para CONFERENCIAS

left show tsN fwR normalcase|left tsN fwR uppercase bsd b01s|left show fwR uppercase bsd b01s|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase b01 bsd|login news fwR uppercase c05|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase bsd b01|content-inner||