ESCOLA

CONFERÊNCIA ESCOLA DO REINO

AGOSTO – 2017

MANUAL DO SOLDADO - AS CILADAS DO DIABO.

 

“Revesti-vos de toda a armadura de Deus, para poderdes  ficar firmes contra as ciladas do diabo; porque a nossa  luta não é contra o sangue e a carne, e, sim, contra  os  principados e potestades, contra os dominadores deste mundo tenebroso, contra as forças espirituais do mal, nas regiões celestes. Portanto, tomai toda a armadura de Deus, para que possais resistir no dia mau, e, depois de terdes vencido tudo, permanecer inabaláveis.”. Efésios : 6:11-13

O livro de Efésios inclui três temas principais:  a riqueza do cristão (toda a herança e riqueza da graça), o caminhar do cristão (como filhos da luz e amados), e a sua luta. Efésios revela o grande panorama do plano  de Deus  de eternidade a eternidade e, ao mesmo tempo, nos ajuda a manter nossos pés firmes no chão para andarmos com Ele. Este livro nos apresenta, ainda, maneiras práticas para lutar contra  as forças espirituais que estão prontas para nos destruir.

Não estamos lutando contra carne e sangue, mas contra principados e potestades. Estes principados e potestades serão destruídos, não soberanamente por Deus, mas através do Corpo de Cristo. Satanás será esmagado debaixo dos nossos pés. Romanos 16:20. O propósito de Deus é que Sua Sabedoria seja manifesta através da Igreja. Você não pode vencer potestades e principados por sua própria força. Você não tem imunidade psíquica suficiente para permanecer no dia do assalto. Você precisa aprender a se revestir dos atributos de Deus e como se mover no Seu poder. Você precisa aprender como se apropriar daquilo que chamamos de armadura de Deus.

Embora muitos cristãos não estejam conscientes disso, o verdadeiro problema em um caminhar com Deus é o esforço sutil de Satanás para nos enganar. É grande a necessidade de desenvolver, no Corpo de Cristo, o dom de discernimento de espíritos. Devemos ser capazes de discernir as ciladas satânicas que operam na vida das pessoas, fazendo com que sejam drenadas sem nem mesmo perceberem.

Devemos aceitar uns aos outros na graça de Deus, no Corpo de Cristo, mas isso pode ser um problema: é fácil nos lembrarmos  de como Deus veio ao encontro de um irmão, trazendo um fluir de palavras proféticas, mas, nem sempre, percebemos o que Satanás está fazendo para assumir o controle da vida daquele irmão, para desviá-lo daquilo que Deus tem para ele. Quando um homem segue as motivações da carne, ao invés de seguir as motivações do Espírito, ele pode facilmente se desviar do seu foco. Isso pode acontecer com uma pessoa que tem um grande dom de Deus quando ela  assume uma posição de grande proeminência. Aconteceu  com famosos ministérios de cura quando estavam em seu apogeu. Poucos cristãos conheciam a respeito do caminhar com Deus nestes fins dos tempos. A atenção das pessoas estava sobre aqueles homens que tinham o dom de cura. Eles atraíram milhões de pessoas das quais muitas, mais tarde, se desiludiram com aqueles ministérios. Aqueles homens começaram como humildes pregadores com um ministério fantástico, mas Satanás os desviou.

O cristão espiritual deve ter um entendimento e um profundo discernimento com respeito às maquinações e ciladas de Satanás. Lembre-se de que Judas foi um apóstolo. Ele curou doentes, expulsou demônios e ministrou de maneira maravilhosa, mas a sua motivação mudou. Ao invés do desejo pelo Reino de Deus, seu coração foi tomado pela cobiça. Satanás está à espreita, a espera de um momento de desencorajamento, ressentimento ou amargura em que ele possa assumir o controle da vida de uma pessoa. Se ele puder, irá fazer tudo para possuir aquela pessoa.

Podemos compreender os anticristos e os falsos profetas através dos escritos de João. Em  I João 2:19 lemos: “Os anticristos (falsos profetas) saíram do nosso meio”. Isso nos mostra que eles estavam na casa de Deus. Lembre-se do dia em que Satanás entrou no coração de Judas. Isto aconteceu durante a última ceia. João 13:30: “Ele, tendo recebido o bocado, saiu logo. E era noite.” Geralmente não sabemos o que está se passando na vida das pessoas. Muitas estão sendo trazidas a um momento de decisão. O inimigo virá com suas ciladas para iludir você através de pequenas coisas. Agarre-se ao Senhor e aprenda  que sua força está n’Ele. É no Seu poder que você prevalece contra as ciladas do inimigo.

As Escrituras indicam claramente que devemos nos revestir de toda armadura de Deus. Quando as pessoas lêem nas Escrituras a respeito da couraça da justiça, do escudo da fé e do capacete da salvação, elas pensam que podem adquirir esta armadura através da diligência humana. Não podemos manufaturar estes atributos por nós mesmos. Eles são atributos divinos e não humanos. Trata-se da armadura do Senhor. Efésios 6:10 diz: ‘Quanto ao mais, sede fortalecidos no Senhor e na força do seu poder.”  Não seremos capazes de nos apropriar da força do Senhor e     reconhecermos a área de batalha se estivermos sob o engano de Satanás. Por esta razão, temos que nos revestir de toda a armadura de Deus.

O Senhor se alegra muito em nos dar seus atributos e em impartir a nós tudo o que Ele é. Você pode aceitar isso? O que Ele está nos dando? Ele está nos dando de Si mesmo. Nós pereceremos, a não ser que comamos d’Ele. “Quem de mim se alimenta, por mim viverá.” João 6:57. Partilhamos  de Jesus. Fazemos isso todas as vezes que comungamos do Corpo e  do Sangue de Jesus Cristo. Nós nos vestimos dos Seus atributos como se estivéssemos vestindo um agasalho. “Mas revesti-vos do Senhor Jesus Cristo, e nada disponhais para a carne, no tocante às suas concupiscências.” Romanos 13:14.

Não devemos nos esforçar em uma base errada. Se o inimigo conseguir nos atrair para a batalha para provar quem é mais forte, e, se formos ao encontro dele, baseando-nos em nossa própria força e entendimento, seremos derrotados instantaneamente. Não temos que vencer o poder de Satanás por nós mesmos. Na verdade, não devemos nem ousar fazer isso. Ou nós permanecemos na vitória que Cristo ganhou na cruz ou não há vitória. Ou prevalecemos através do Seu precioso sangue ou não prevalecemos.

O objetivo de Cristo ao se colocar em nosso lugar foi fazer com que permanecêssemos no Senhor e na força  do Seu poder. Permanecemos na Sua vitória. Não nos firmamos no nosso próprio entendimento, mas buscamos a Sua sabedoria e direção. Nos revestimos de toda a armadura de Deus para que possamos permanecer firmes contra as ciladas do inimigo. O menor dos santos que aprende como confiar em Deus, pode prevalecer contra o maior demônio que já existiu.

Nossa luta não é contra carne nem sangue. Quando vemos alguém ser motivado e dominado por forças satânicas é fácil odiar aquela pessoa, ao invés de odiar o demônio que a enganou. É  fácil julgar a pessoa ao invés de crer em Deus pela libertação dela. As pessoas entram em grandes problemas através do engano. Satanás as atrai e as distancia de seus focos. Mas, Tiago nos adverte cuidadosamente de que essas pessoas são atraídas pela sua própria cobiça (Tiago 1:14). As pessoas são responsáveis pelos desejos que elas permitem que se tornem  a motivação de suas vidas. Podemos culpar Satanás somente até certo ponto, pois ele trabalha com aquilo que tem em mãos. Ele trabalha o quanto pode com a cobiça, desejos e motivações da carne que há no coração das pessoas.  Quando ele encontra uma brecha, começa a dirigir a vida da pessoa. Por outro lado, não podemos culpar o indivíduo e dizer: “Deus o amaldiçoe ao inferno.” As Escrituras dizem que devemos salvar aqueles que foram enredados por Satanás, odiando até a roupa contaminada pela carne (Judas 23).  Devemos nos estender para resgatar essas pessoas, como tições tirados do fogo (Zacarias 3:2). Nossa atitude deve ser de graça e compreensão.

Nós temos duas hereditariedades: uma de Adão e outra do Senhor Jesus Cristo. Entrar na hereditariedade certa é simples: “Andai no Espírito, e jamais satisfareis à concupiscência da carne.” Gálatas 5:16. Não devemos seguir a carne e dar expressão às suas tendências e apetites. Se somos guiados pelo Espírito, não estamos sob a lei, (Gal. 5:18), pois estamos em um plano diferente. É bom que nos lembremos sempre disso.

Quando você está andando no Espírito, você se estende para apropriar-se d’Ele. Quando você aceita Jesus como Salvador, você está aceitando Sua justiça e seu espírito é energizado  com o atributo de eternidade do Senhor. Você começa a adquirir a natureza de Deus. O fruto do Espírito nada mais é do que a natureza do Senhor se cumprindo em você. Seu amor, Seu gozo, Sua paz, Sua longanimidade, bondade, temperança e Sua fé começam a crescer em sua vida (Gal. 5:22-23). Quando você começar  a manifestar sua hereditariedade como filho de Deus, as pessoas se surpreenderão com a mudança que haverá em você. Você estará se apropriando dos atributos do Senhor. É um esforço inútil lutar contra a velha natureza dizendo: “Ó, Senhor, este problema em mim deve chegar ao fim.” Quando você se identifica com a morte de Cristo, o trabalho da cruz tem início em sua vida. Então aquelas coisas contra  as quais você estava lutando e se esforçando para vencer simplesmente desaparecem e a natureza do Senhor Jesus vem à luz. Foi por esta razão que Paulo disse: “Logo, já não sou eu quem vive, mas Cristo vive em mim; e esse viver que, agora, tenho na carne, vivo pela fé no Filho de Deus, que me amou e a si mesmo se entregou por mim.”  Gálatas 2:20.  “E os que são de Cristo Jesus crucificaram a carne, com as suas paixões e concupiscências.” Gálatas 5:24 . “Mas longe de mim gloriar-me, senão na cruz de nosso Senhor Jesus Cristo, pela qual o mundo está crucificado para mim, e eu para o mundo” Gálatas 6:14. Estas  três passagens nos mostram como somos levados à cruz. Nós morremos à medida em que o Senhor se torna vivo em nós. Às vezes você pensa que uma velha raiz em sua natureza já morreu, mas nem sempre isso é verdade. Se você ainda reage na carne é porque aquela coisa ainda está viva. ”Bem aventurados são aqueles que se regozijam quando são perseguidos” (Mateus 5:11-12), pois isto significa que estão mortos para as reações carnais, para o ressentimento e amargura.

Revista-se de toda a armadura de Deus. Quando o inimigo vier como um leão que ruge, revista-se do Senhor. Você brincou com tartarugas quando era criança?  Quando uma tartaruga se sente ameaçada, ela esconde os pés e a cabeça e só o casco fica de fora. Isto ilustra o que o Senhor deseja que você faça. Aprenda a esconder-se n’Ele.

Quando era jovem, muitas vezes saí com meu pai para ouvir vários ministérios pregarem. Logo no início de tudo o que Deus começou a fazer em minha vida, ouvi um pregador dizer algo que me ajudou muito. Em sua maneira simples de pregar ele disse: “Vocês sabem o que faço quando o inimigo traz problemas e tentações sobre mim? Coloco uma cadeira em um canto e fico ali sentado até tudo passar. Tenho feito isso por várias vezes, mas é melhor do que ser derrotado”. O que aquele homem estava dizendo na verdade era: “Fuja da tentação. Não se esforce com suas próprias energias.”

Um outro grande homem de Deus deu sua receita para vencer os problemas e tentações. Ele usou o texto de II Crônicas 20:17, (Neste encontro, não tereis de pelejar), fazendo uma comparação com a maneira como flutuamos na água. Você se deita de costas e confia que a água o envolverá e o fará flutuar. É isso o que deve fazer no Senhor. Confie que Ele irá ajudá-lo. Se você  se esforçar e se debater irá se afundar. Satanás ficará muito feliz se você tentar vencer a carne por si próprio. Ele quer atrai-lo para lutar com ele como se a batalha fosse realmente entre você e ele. A batalha não é entre você e Satanás. Você está em Cristo. A batalha é entre Cristo e Satanás. Permaneça no Seu poder e na Sua força.

Se você crer neste ensinamento e começar a aplicá-lo em sua vida, deixando de lutar com suas próprias forças, você vencerá um problema após outro. Não se sinta tão auto-confiante. Satanás tem seis mil anos de experiência em enganar pessoas como você. Ele sabe exatamente como enganá-lo e conhece muitos truques. Nós temos que vencer as maquinações do maligno. A luta não é contra carne e sangue. A batalha não é no plano humano como você pensa. Todas as coisas no plano humano são secundárias. O objetivo primeiro é buscar Seu Reino e a Sua justiça (Mateus 6:33).

Todos falhamos. Como então iremos vencer as ciladas do maligno? Você não agirá por si próprio, mas se refugiará no Senhor e confiará n’Ele. Creia n’Ele. Ele o revestirá com a Sua armadura. Você não gostaria de ter aprendido a fazer isso logo que se tornou um cristão? Você certamente lutou com suas próprias forças muitas vezes e se sentiu derrotado, não foi? Você tem a promessa. Ele é capaz de salvar todo aquele que por Ele vem ao Pai (Hebreus 7:25). Creia nisso! Aproprie-se de toda a armadura de Deus.

 

voltar para CONFERENCIAS

left show tsN fwR normalcase|left tsN fwR uppercase bsd b01s|left show fwR uppercase bsd b01s|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase b01 bsd|login news fwR uppercase c05|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase bsd b01|content-inner||