3. Cavando Poços

“E tornou Isaque a abrir os poços de água que se escavaram nos dias de Abraão, seu pai, e que os filisteus haviam entulhado depois da morte de Abraão, e lhes deu os mesmos nomes que seu pai lhes havia posto. Cavaram, pois, os servos de Isaque naquele vale, e acharam alí um poço de águas vivas. Mas os pastores de Gerar contenderam com os pastores de Isaque, dizendo: Esta água é nossa. Por isso chamou o poço de ESEQUE, porque contenderam com ele. Então cavaram outro poço, e também contenderam por causa dele; por isso chamou-lhe SITNA. Partiu dalí, e cavou ainda outro poço, pelo qual não contenderam. Por isso lhe deu o nome de REOBOTE, e disse: Agora o Senhor nos deu lugar, e cresceremos nesta terra”. (Gênesis 26:18-22).

Aqui nós aprendemos uma grande verdade: Quando poços d’água são abertos para a Igreja de Jesus Cristo, não há garantias da sua continuidade, mesmo que na época estes estejam jorrando copiosamente. Todo movimento deve lutar contra muitas coisas que poderiam destruí-lo. Segundo alguns historiadores que computaram as estatísticas, a média dos movimentos de reavivamento ou das denominações nascidas nos reavivamentos, permanece no auge de sua unção e poder por cerca de 30 anos e depois decaí. Isto acontece quando alguém atira lixo nos poços, e ao surgir a geração seguinte, vê que os poços que seus pais cavaram estão obstruídos. Como os poços se obstruem muito facilmente, é necessário que cada geração os recave para si mesmo a fim de que haja água fresca na sua geração.

Através dos anos nós temos observado uma surpreendente manifestação dos dons do Espírito, assim como a liderança de Presbíteros e Ministérios realmente ungidos com os dons do Espírito. Contudo, o fato de termos visto o que vimos, não é uma garantia de que isto vai continuar. Muitas coisas poderiam intervir. No momento em que um poço (um canal da Palavra Viva do Senhor) é abençoado, ao invés de glorificar a Deus e reconhecer que é tudo pela graça e não devido a qualquer coisa que mereçam, a natureza carnal começa a se exaltar e a se gloriar na presença de Deus. Surge o orgulho espiritual e eles passam a se sentir um povo especial, com mais do que as outras igrejas ao redor. Isto, acima de tudo, pode entulhar os poços de um grupo. Lembre-se: no Seu Reino, o Senhor exalta aos humildes, mas resiste aos soberbos.

Sempre que Deus opera de uma forma nova, a Igreja ou grupo que recebeu mais de Deus anteriormente, geralmente se levanta contra o novo de Deus. O seu orgulho espiritual não lhes permite reconhecer que há algo mais que Deus está fazendo e geralmente se tornam bastante rixentos. Isto não se deve a denominacionalismo, mas o orgulho espiritual existente em nossa natureza humana.

Isaque enfrentou muitas contendas e lutas com os habitantes da terra a cada poço que ele cavava. Um poço ele chamou de “Contenda”, e outro ele chamou de “Inimizade”, mas continuou a cavar até ter perfurado o poço de Reobote que significa “um local espaçoso, com bastante lugar para todos”. A benção do Senhor estava alí e o Senhor tornou Isaque próspero na terra. Isaque não teve que criar água porque ela já existia há muito tempo na região subterrânea. Há lençóis d’água subterrâneos, e quando se atinge um deles, quando se perfura um deles, obtém-se um poço. Contudo Isaque precisou ter a iniciativa de fé para chegar a estes poços.  

Há verdades na Palavra de Deus que são como grandes rios subterrâneos. Nós temos que ter fé para cavar, atingir e ver estes poços jorrando nesta geração. Quanto mais eu permaneço neste Caminhar com Deus, onde a plenitude do Espírito está surgindo, mais convencido fico de que este será o movimento espiritual mais amplo que jamais surgiu na história da Igreja. Homens de todas denominações e níveis que cavam em busca destas fontes abundantes, hão de achá-las.

Nós somos incapazes de antecipar o modo como Deus se moverá. As tendências atuais nem sempre indicam o que irá acontecer. A Revolução Francesa ocorreu no despertar do agnosticismo e ateísmo. A Inglaterra experimentou a mesma coisa com uma onda de incredulidade e pensamento liberal. Contudo devido a homens como Charles Finey e Hohn Wesley, a Inglaterra experimentou um reavivamento espiritual ao invés de uma revolução. Uma nação inteira foi salva de uma revolução sangrenta, devido a fé que surgiu e mudou seu rumo. 

Hoje em dia há uma incrível onda de embriaguez, adultério, pornografia, prazeres, destruição de lares e de toda autoridade. No início desta Igreja, veio uma profecia de que Deus iria levantar uma Igreja Néo-Testamentária, no meio de Sodoma e Gomorra. Uma nação poderia ser engolida pelo pecado e degradação do seu povo, porém Deus pode fazer uma ou duas coisas que podem alterar o rumo da nação.

Há muitas correntes que poderiam nos levar à uma calamidade. Um governo do tipo socialista poderia tirar todas as liberdades e bênçãos que temos aqui na América. Contudo, alguns episcopais, metodistas, presbiterianos e luteranos famintos, começaram a ver suas necessidades e iniciaram a escavação de poços – Poços que os filisteus haviam tapado. Isto poderia se tornar facilmente um fator positivo para o nosso país, se nós encorajássemos, orássemos e abençoássemos até que estes homens surgissem no fluir da graça de Deus, e fontes fossem abertas novamente sobre toda a terra. Ao invés de haver fome e desolação espiritual em muitas Igrejas, haveria uma renovação espiritual além da nossa imaginação, se nós amassemos a Deus em primeiro e a América em segundo lugar. Como Igreja precisamos ser dedicados a fazer todo o possível, pois uma renovação carismática que ocorresse agora, bem poderia ser o fator de transformação da América de sua maré atual e, nos levar em direção a um reavivamento.

O movimento carismático poderia ser o fator levantado por Deus para alterar as coisas, pois ele tem abalado a Cristandade de um extremo a outro do mundo.

Clubes de livros religiosos estão ressaltando extensas pesquisas sobre esta renovação carismática do Espírito Santo. Deus está se movendo no coração de homens, e eles estão cavando. Quando as águas começarem a jorrar, não terá a menor diferença de quem é a pá, pois as pessoas estarão tão famintas e sedentas, que elas se ajuntarão onde quer que haja uma fonte aberta. Nos dias futuros, a distinção não será feita em termos de denominações, mas se há ou não uma fonte de água viva jorrando naquela Igreja.

É necessária uma diligência perpétua e uma renovação constante para manter estes poços jorrando. Muitas coisas virão tentar entulhar estes poços. Isto também é verdade na sua vida pessoal. Você pode ter uma experiência espiritual muito viva e real, mas logo outras coisas começam a entulhar o seu espírito até você notar que o fluxo está obstruído. Nós precisamos evitar isto continuamente e buscar a Deus para que a experiência continue a fluir. É perigoso receber uma experiência, deixá-la esfriar e observá-la chegar ao fim. Quando o espírito humano está contaminado ele contribui mais do que qualquer outra coisa para cortar o fluxo. No passado nós vimos com freqüência verdadeiros reavivamentos e pessoas cheias do Espírito. Porém, em poucos meses surgiu crítica, amargura, ou uma facção na Igreja devido a qualquer questão e isto contaminava tanto os seus espíritos, que todo o fluxo era obstruído e os poços tapados. É no nosso espírito que estas coisas acontecem.

Provérbios 25:28 diz:  Como cidade derribada, que não tem muros, assim é o homem que não tem domínio próprio.  (Segundo traduções Inglesas mais modernas, a expressão usada é: O homem que não tem domínio sobre seu espírito)O seu espírito é uma defesa contra muitas coisas. Todo dia você é exposto a certas circunstâncias e problemas que podem trazer desencorajamento se o seu espírito não for forte. Se o seu espírito estiver focalizado em Deus e você estiver constantemente adorando-O e louvando-O, estes desencorajamentos não lhe tocarão. Se você não tem domínio sobre o seu espírito, não tem nenhum propósito fixo no seu coração em relação a Deus, então suas muralhas estão derrubadas, você é invadido por muitas coisas e se torna vítima de suas circunstâncias. 

Na vida de todo Cristão – especialmente aqueles neste Caminhar – não deveria haver esse negócio de períodos de desencorajamento e encorajamento. Isto não deveria existir na vida de uma pessoa que crê. Sempre que você fica desanimado e começa a murmurar e a se queixa, é evidente que está reagindo às circunstâncias ao seu redor e não está com fé em relação a Deus. Se você tiver fé perante Deus, suas circunstâncias não produzirão desânimo e desencorajamento em você.

Provavelmente terá de enfrentar estes mesmos problemas vez após vez, até chegar ao ponto em que eles não o atingirão mais. Então Deus vai mudá-los e criar outro problema. Enquanto um problema ou circunstância o derrubar, você não é um vencedor. O Senhor vai continuar a testá-lo e prová-lo até que você chegue ao ponto onde as circunstâncias não afetam mais o seu espírito, onde você não se desencoraja pelo que vê e sente, ou pelas coisas que lhe acontecem.

Nós deveríamos nos determinar a fazer qualquer coisa que o Senhor ponha a nossa frente, sem sequer vacilar. Nosso espírito nunca deveria flutuar. O segredo é Ter um coração fixo no Senhor. Em muitos de seus Salmos, Davi disse que “seu coração estava fixo no Senhor”. Daniel tinha o mesmo propósito de coração. Não obstante as circunstâncias e pressões, ele determinou não se contaminar com as “iguarias do rei”. Ele nunca mudou seu hábito de abrir as janelas em direção a Jerusalém e orar três vezes ao dia, mesmo quando isso pudesse significar a sua morte. O propósito de seu coração estava firmemente estabelecido e ele recusou-se a mudá-lo. Na Bíblia, todos os homens cuja adoração agradava a Deus, tinham esta mesma qualidade.

Deus quer que tenhamos um propósito de coração que não alterará ou variará em nada a nossa adoração ao Senhor. É a chave para eliminar muito do desencorajamento que vem contra nós e que abre a porta para que o inimigo jogue entulho em nossos poços. Qualquer coisa que afeta o espírito humano, parece afetar também o fluxo espiritual em nossas vidas. Para que possamos manter um fluxo consistente do Espírito, precisamos nos guardar de toda amargura, orgulho ou desencorajamento.   

Reflita um momento sobre o fluxo espiritual em nossas Igrejas. Todos os que profetizam o fazem constantemente?  Será que você pode perceber isto? Que todos aqueles que têm o Dom de profecia terão a unção semana após semana, e estarão prontos a profetizar?  Será que você poderá contar sempre com aqueles que têm o dom do Espírito, sempre tê-los presente com o mesmo encorajamento e constância que você precisa? Não, pois todos nós vacilamos. É nestes períodos de vacilação que os poços são obstruídos e não há um fluxo consistente.

Esta Igreja está separada pelo Senhor para ser um exemplo e padrão de Igreja Neo-Testamentária; muitos virão para vê-la em funcionamento. Precisa haver água para os sedentos. Nós não devemos isto apenas a nós mesmos como uma Congregação, mas para que a Igreja tenha um testemunho e um ministério para outros.

Nós cremos que não apenas todo homem, mulher e criança no Senhor Jesus Cristo tem um ministério e uma função a cumprir na vontade de Deus, mas também que nós, como uma Igreja, temos uma mensagem e ministérios distintos para outras  Igrejas, ministros e irmãos.

Nós precisamos continuar a fluir no ministério que Deus iniciou em nós. Nós não podemos nunca ter um culto indolente. As pessoas que entrarem em qualquer ocasião, deverão ver um exemplo vivo e abundante de Igreja Neo-Testamentária, operando em dons e ministérios plenos e cheios de vida. Nos cultos nunca deveria haver uma necessidade que Deus não pudesse satisfazer imediatamente. Precisa haver tanta fé e vigilância que os poços que Deus abriu, permanecerão constantemente jorrando. 

Na sua vida, você já teve a tendência a deixar que os filisteus entulhassem o seu poço com pedras?  Deus é a origem e fonte de toda vida, porém o seu espírito permite que certas coisas nublem e interrompam o fluxo livre do Espírito de Deus. Vamos determinar em nossos corações que nada haverá de interferir com o fluxo da graça divina em nós.

 

voltar para A Restauração da Igreja

left show tsN fwR normalcase|left tsN fwR uppercase bsd b01s|left show fwR uppercase bsd b01s|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase b01 bsd|login news fwR uppercase c05|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase bsd b01|content-inner||